De Lugar Nenhum

Nomadismo digital – O que preciso saber para começar

nomadismo digital - de lugar nenhum

O nomadismo digital é um estilo de vida que concilia a possibilidade de estar viajando em qualquer lugar do mundo enquanto você trabalha de forma remota.

A maior parte dos nômades digitais empreende online ou presta serviços como editor de vídeos, designer, ilustrador, fotógrafo, produtor de textos e conteúdos, entre outros trabalhos que podem ser feitos independente da localização.

Com o avanço das tecnologias, a ideia de trabalhar pela internet foi se normalizando e se tornando uma das grandes tendências da atualidade.

Quando o nomadismo digital começou a fazer mais sentido?

O cenário de pandemia de Covid-19, de certa forma, colaborou com o aumento de pessoas trabalhando online.

Pois, devido as medidas de isolamento social, muitas empresas tiveram que aderir ao trabalho remoto como o home office e o teletrabalho.

Consequentemente, tudo isso permitiu mostrar que não é necessário um escritório físico para desempenhar alguns trabalhos e muitas pessoas perceberam os benefícios do trabalho remoto. 

Então, por que não trabalhar de forma remota viajando pelo mundo?

Leia também: O que é ser Nômade Digital (e como se tornar um)

Reflita se o nomadismo digital é para você

Há muitos pontos favoráveis na vida de um nômade digital. Você tem a oportunidade de conhecer outras culturas, pessoas e viver experiências incríveis. 

Mas, apesar de parecer um modelo de trabalho perfeito, existem prós e contras nesse estilo de vida.  

Organização e muita disciplina

É importante que você tenha em mente que, como nômade digital, você tem que ter bastante disciplina, responsabilidade e organização para realizar as entregas das suas demandas.

Afinal, você não será um turista em tempo integral. As viagens pelo mundo não são apenas lazer, como as de férias, e algumas vezes envolve muito trabalho. 

Vou viver de férias?

Não. Tem dias que você trabalhará cerca de 6h, em outros poderá trabalhar bem mais e terão dias que não trabalhará. 

Por isso, a organização e disciplina são extremamente importantes nesse estilo de vida.

Além disso, você como nômade digital, poderá lidar muitas vezes com a solidão, uma vez que por alguns períodos viverá longe da família e amigos.

Mas e a minha família, como fica?

Se você tem filhos pequenos, também é preciso pensar na logística e educação das crianças. Mas existem nômades que viajam com seus filhos.

No fim das contas, a questão de se tornar ou não um nômade digital é bem pessoal.

Cada um tem seu próprio modo de ver o mundo e para respondê-la você deve praticar o autoconhecimento. 

Então, reflita sobre os pontos que você deverá “abrir mão” e os pontos que te beneficiarão, para literalmente embarcar nesse estilo de vida. 

Decisão e planejamento para começar o nomadismo digital

Após refletir e decidir que quer o nomadismo digital como seu estilo de vida, você deve manter o foco neste objetivo.

Pesquise bastante sobre as maneiras que você pode desempenhar o seu trabalho e ganhar dinheiro sem precisar estar presencialmente num escritório.

É importante ter muito planejamento e preparação para manter sua profissão ou estruturar uma nova em meio a mudanças e novos lugares.

Economia

Além disso, você vai ter que aprender como economizar para se preparar e viver tranquilamente.

Outro ponto importante é acima de tudo, ter uma reserva de emergência de pelo menos seis meses para conseguir se manter, caso haja algum imprevisto ou falta de oportunidade de trabalho.

Por isso, além de pensar em como ganhar dinheiro, você também deve pensar em como diminuir gastos e economizar.

Também vale muito a pena pesquisar sobre os custos de vida da cidade ou país que pretende ficar e se planejar financeiramente pelo período que pretender estar nesta localidade.

Custo de vida

O custo de vida da cidade ou país deve ser um fator muito importante na decisão do seu destino.

Os valores podem variar bastante entre as localidades do mundo.

Nesses custos você precisa considerar as despesas básicas como acomodação, alimentação, transporte, internet, entre outros gastos do dia a dia. 

Claro que é difícil saber exatamente o que se gastará.

nomadismo digital

Aprendendo a se preparar para o nomadismo digital

É bom ter uma estimativa, incluindo os custos básicos e os que envolvem seu estilo de vida, como gastos em bares, academia, entretenimento, etc.

Além disso, deve ser considerado o quanto irá ganhar trabalhando remotamente.

Pois, se sua renda for muito abaixo do custo de vida do local que pretende ficar, isso pode comprometer a sua vida financeira e gerar imprevistos negativos.

Tenha certeza que você está escolhendo um lugar dentro do seu orçamento e possibilidades.

nomadismo digital - de lugar nenhum

Principalmente;
Primordialmente;
Sobretudo;
Primeiramente.
Ainda mais;
Ainda assim;
Além disso;
Apesar disso;
Bem como;
Contudo;
Do mesmo modo;
Se prepare para voar e praticar o nomadismo digital!

Segurança

Também é interessante pesquisar sobre os bairros da cidade que pretende ir para saber se é um ambiente bom e com segurança.

Isso, além da economia em algumas situações como caminhar pelas ruas ao invés de pagar por transporte público ou privado, lhe dará mais liberdade e tranquilidade.

Visto

Cada país tem suas particularidades em relação a vistos para entrada e estadia de estrangeiros.

Como você está indo para o país sem contrato empregatício numa empresa local, é mais difícil de aplicar para um visto de trabalho tradicional.

Geralmente, pela facilidade, o nômade digital prefere utilizar o visto de turista para ingressar no país. 

Quanto tempo dura esse visto?

O visto de turista permite a entrada de um estrangeiro no lugar por um período limitado.

Então, se você quiser ficar mais tempo do que o permitido em algum país, o visto de turista não o ajudará.

Cada país tem um tempo em que o visto é válido e você tem na maioria deles como pedir a renovação do mesmo.

Não tenho direto a outra cidadania, como posso morar em outro país?

Desde já, a boa notícia é que com um número crescente de pessoas trabalhando remotamente pelo mundo, os países perceberam que essa classe de viajantes poderia movimentar a economia local. 

Até pouco tempo atrás nenhum país oferecia um visto específico para nômades digitais.

Veja esse artigo Trabalho Remoto em 5 destinos baratos onde a gente fala muito disso.

A oferta aumenta a cada ano

E embora não sejam muitos países, alguns já reconheceram a necessidade de criar vistos específicos para trabalhadores remotos, freelancers e nômades digitais.

A tendência é que em breve comece aumentar essa quantidade de países lançando novas modalidades de vistos projetados para trabalhadores digitais.

Isso graças às transformações do mundo online com o aumento dos trabalhos remotos e o grande potencial de movimento econômico ao receber trabalhadores estrangeiros dessa modalidade.

Qualidade da InternetNomadismo digital

Principalmente, a internet é o item para pesquisar durante a busca do seu destino e hospedagem é a qualidade da internet, pois é a principal ferramenta de trabalho do nômade digital.

Acima de tudo, pesquise a qualidade do sinal da cidade ou país que pretende ir, procure os comentários nos aplicativos e sites de hospedagem ou questione ao anfitrião do local antes fechar a sua reserva para evitar problemas. 

Finalmente, lembre-se que o seu trabalho depende totalmente da internet, logo é imprescindível ter uma de boa qualidade durante sua estadia na localidade.

Dicas para sua viagem:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes