Loha Prasat, Bangkok, Tailândia.

Fazer turismo na Tailândia é, certamente, uma experiência inesquecível. Isso porque o país não só oferece paisagens incríveis, mas também porque há uma rica história, cultura única e lugares para visitar impressionantes. Na sua viagem para Tailândia, o moderno, o tradicional e o exótico se conjugam numa harmonia deliciosa. E são tantas as atrações por lá, que decidimos fazer este roteiro de 20 dias no país para você poder saber tudo sobre a Tailândia.

Por que visitar a Tailândia?

A Tailândia é um lugar com abundante vida selvagem, muitos parques nacionais, ruínas antigas e templos budistas que dão um aspecto exótico e único ao país. Ademais, tem algumas das melhores e mais bonitas praias do mundo, isto é, praias com águas mornas e claras, vistas deslumbrantes e vida marinha para admirar enquanto você nada com snorkel ou mergulha.

Outra razão para visitar a Tailândia é o Wat Pha Luang Ta Bua (Templo do Tigre), onde as pessoas podem interagir com estes animais. É, definitivamente, a atração de tigres mais famosa do mundo. O templo está localizado a apenas algumas horas de carro de Bangkok, na província de Kanchanaburi.

Onde fica a Tailândia?

A Tailândia fica no Sudeste da Ásia, fazendo fronteira com Camboja e Laos ao leste e Mianmar ao noroeste. Já a montanhosa e arborizada região sul faz fronteira com a Malásia. As lindas e belas praias da Tailândia estão no Golfo da Tailândia, no Mar de Andamão e no Estreito de Malaca.

Tailândia mapa
Tailândia mapa. Fonte Google Maps.

A cultura da Tailândia

A cultura na Tailândia mistura fortes influências indianas, tradições chinesas e elementos que são únicos dos tailandeses. Além disso, por ser um povo amigável e gentil, a Tailândia também é conhecida como “Terra dos Mil Sorrisos”. Por isso, é um destino imperdível no Sudeste Asiático.

Estudos sobre a Tailândia de 2021 afirmam que 85 a 95 por cento da população é budista Theravada e 5 a 10 por cento muçulmana. Outros grupos, incluindo animistas, cristãos, confucionistas, hindus, judeus, sikhs e taoistas, constituem o restante da população.

O ano novo tailandês (Songkran), celebrado entre 13 a 15 de abril e é um dos feriados mais importantes do país. Nestes dias há muitos desfiles, cerimônias religiosas e festividades.

É perigoso ir para a Tailândia?

De fato, algumas províncias da Tailândia (sobretudo as do sul do país) vivem conflitos étnicos e devem ser evitadas por turistas em uma viagem para lá como, por exemplo, Yala, Pattani, Narathiwat, e Songkhla. No entanto, a Tailândia é seguro para os viajantes nas principais cidades turísticas como Chiang Mai, Krabi, Chiang Rai e Koh Samui.

Quais os lugares de turismo na Tailândia?

A Tailândia é conhecida por suas praias tropicais, palácios reais, ruínas antigas e templos budistas inteiramente ornamentados. E o melhor de tudo é os lugares de turismo estão em muitas cidades do país, isto é, existe bastante opções de lugares para conhecer na Tailândia em uma viagem. Se acaso você está em dúvida de qual cidade visitar, saiba que as principais para conhecer são:

  • Bangkok
  • Chiang Mai
  • Phuket
  • Krabi
  • Ko Phi Phi Don
  • Koh Samui
  • Chiang Rai
  • Koh Tao
  • Khao Lak

A Tailândia vai muito além do Muay Thai

O Muay Thai (que se traduz em “boxe tailandês”) surgiu na Tailândia por volta do século XIII. De fato, é o esporte mais popular do país, além de ser comum ver muitas crianças praticando o esporte. Por isso, não se assuste quando fizer turismo na Tailândia, tampouco se prenda muito a isso, a Tailândia tem muito mais a oferecer.

Quando dias devo ficar na Tailândia?

Em 10 dias você pode conhecer os principais lugares de turismo na Tailândia, além de ter tempo o suficiente para aproveitar as praias. No entanto, por ser um destino com muitas atrações turísticas, 20 dias (3 semanas) é o tempo ideal para aproveitar bem e sem pressa.

Roteiro de 20 dias de turismo na Tailândia

A seguir você pode encontrar uma proposta de roteiro de 20 dias na Tailândia. Lembre-se, somente é uma recomendação e você pode alterar a ordem para ficar melhor de acordo com o seu tempo no país. Ademais, contrate um seguro viagem antes de você embarcar nessa viagem incrível já que é essencial para qualquer viagem fora do Brasil.

Um exemplo de roteiro de 20 dias de turismo na Tailândia é:

  • 4 dias em Bangkok
  • 1 dia em Damnoen Saduk
  • 1 dia em Ayutthaya
  • 2 dias em Pattaya
  • 1 dia em Sukhotai
  • 5 dias em Chiang Mai
  • 1 dia em Chiang Rai
  • 3 dias em Krabi
  • 2 dias em Koh Phi Phi Leh

Dia 1 – Bangkok

Vamos começar por Bangkok, a capital do país. É lá que estão refletidas todas as beleza e contradições da Tailândia, isto é, os prédios mais modernos e arrojados convivendo lado a lado com a tradição e a pobreza. É uma cidade que transpira o futuro, mas que possui os pés firmes na tradição budista, que é maioria no país.

A melhor forma de conhecer Bangkok é garantindo o Go City Pass. É um cartão que dá acesso a mais de 25 atividades, incluindo as principais, durante 2 a 5 dias. Ademais, vale a pena subir a bordo do ônibus turístico de Bangkok para ver as principais atrações da cidade.

Dentre as inúmeras atrações em Bangkok, uma das mais emblemáticas é a grande Estátua do Buda Reclinado, coberta de ouro que fica no Templo de Wat Pho. Com quase 50 metros de extensão, a estátua sempre atrai muitos visitantes. O que poucos imaginam, entretanto, é que o templo também abrigou um importante centro de ensino público. 

Turismo na Tailândia. Estátua do Buda Reclinado, coberta de ouro que fica no Templo de Wat Pho.
A conhecida estátua do Buda reclinado.

Dia 2 – Ainda em Bagkok, turismo na Tailândia

Bangkok é uma cidade tão incrível que muitos dos lugares que compõem esse roteiro estão localizados nela. É o caso do Wat Arun, também chamado de Templo do Amanhecer, um enorme templo budista que possui uma vista linda durante o amanhecer, próximo ao rio Chao Phraya.

Turismo na Tailândia. Wat Arun, também chamado de Templo do Amanhecer, um enorme templo budista que possui uma vista linda durante o amanhecer, próximo ao rio Chao Phraya
Wat Arun, também chamado de Templo do Amanhecer

Dia 3

Para quem gosta de museus, a cidade de Bangkok possui um museu de arte contemporânea chamado Bangkok Art and Culture Centre (BACC), onde podem ser apreciadas várias obras de arte, exposições, livrarias. Além disso, ainda possui um (ótimo) café nas suas dependências. O BACC foi construído para ser um local de intercâmbio cultural e ele, por si só, demonstra a abertura da Tailândia para as outras culturas do mundo.

Dia 4

Ainda em Bangkok, uma outra atração igualmente curiosa é o Mercado Trem, chamado de Maeklong. Este mercado funciona literalmente em cima dos trilhos de um trem. O engraçado é que assim que o trem passa, os vendedores recolhem suas mercadorias e barracas para depois colocá-las de volta sobre os trilhos. O melhor de tudo é que você pode fazer uma reserva com um guia local em português!

Mercado Trem em Bangkok, chamado de Maeklong.
Mercado Trem, chamado de Maeklong.

Dia 5 – A vila de Damnoen Saduak

No quinto dia você pode fazer um passeio mais pitoresco. Já pensou em comer num mercado flutuante antes? É isso mesmo! Bem afastado do centro de Bangkok existe a vila de Damnoen Saduak, cujo mercado de mesmo nome está localizado sobre palafitas. E, além da variedade de produtos vindos de todos os cantos da Tailândia e China, todo o comércio é feito a partir dos barcos que transitam em um corredor entre as duas fileiras de palafitas. Aproveite para fazer a reserva deste passeio junto com o Mercado Trem em português!

Damnoen Saduak, o mercado sobre palafitas.
Damnoen Saduak, o mercado sobre palafitas.

Dia 6 – Ayutthaya – Turismo na Tailândia

Você sabia que a Tailândia tem mais de 40.000 templos? Sim, uma das características mais marcantes da Tailândia é a sua religiosidade. No entanto, além dos terrenos sagrados nesses templos você pode presenciar obras-primas arquitetônicas e marcantes da Tailândia. Neste sentido, é impossível ir à Tailândia e não visitar alguns dos seus mais belos templos em Ayutthaya, que era a antiga capital da Tailândia e uma das cidades mais prósperas da região entre os séculos XIV e XVIII. Faça uma excursão pelos templos de Ayutthaya.

Templo de Wat Chaiwatthanaram, Ayutthaya.
Templo de Wat Chaiwatthanaram, Ayutthaya.

Dia 7 – Santuário da Verdade

Continuando nessa linha de templos, mas agora saindo da cidade de Ayutthaya, temos o Santuário da Verdade que fica na cidade de Pattaya. O Santuário da Verdade é o maior edifício de madeira da Tailândia. Aliás, usa apenas madeira como o antigo estilo de carpintaria tailandesa. Dentro deste santuário há estátuas de madeira e peças de talha que contam a filosofia de vida segundo os costumes. Esse templo é considerado uma das maravilhas da Ásia e reúne influências de vários povos no seu estilo peculiar. Para conhecer o santuário, você pode comprar antes o ingresso por R$ 65,40 e evitar filas.

Santuário da Verdade que fica na cidade de Pattaya
Santuário da Verdade que fica na cidade de Pattaya.

Dia 8 – Ainda em Pattaya

Agora, que tal aproveitar que você está em Pattaya e dar uma esticada até a ilha mais próxima, Koh Larn? Koh Larn significa “Ilha Coral” e você pode imaginar o por quê, não é mesmo? As praias de lá não ficam nada a dever às do Caribe. Com as areias brancas e a água cristalina, é o cenário de beleza incrível para um dia de praia e sol. E você ainda pode praticar mergulho livre e andar de jet ski!

Ilha de Koh Larn, Tailândia.
Ilha de Koh Larn, Tailândia.

Dia 9 – Sukhotai – Turismo na Tailândia

Na cidade de Sukhotai, antiga capital de um reino medieval do mesmo nome, existe o Parque Histórico de Sukhotai. Este parque possui muitas ruínas de templos para serem visitados, e o local é uma prova da beleza e suntuosidade dos antigos reinos locais, ideal para aqueles que amam História.

Já deu para ver que na Tailândia lugares de turismo não faltam, não é mesmo? E para ficar fácil de organizar a sua viagem, dê uma olhada nesse roteiro de 8 dias na Tailândia. É ideal se acaso você tem menos tempo para ficar no país!

Parque Histórico de Sukhotai, Tailândia
Parque Histórico de Sukhotai, Tailândia.

Dia 10 – Chiang Mai

Subindo para o norte do país, você chegará em Chiang Mai, uma das maiores cidades da Tailândia. Chiang Mai fica em uma região montanhosa. No passado, foi a capital do Reino Lanna e existem muitas coisas interessantes para serem vistas só nessa cidade.

A primeira delas é o Wat Chedi Luang, um templo que costumava ser o maior da região e que inclusive guardou por muito tempo a estátua do buda de esmeralda,

Wat Chedi Luang, um templo de Chiang Mai.
Wat Chedi Luang, um templo de Chiang Mai.

Dia 11

E claro, não dá para visitar Chiang Mai e não ir ver o Wat Phra Singh, que também é conhecido como o “Templo de Ouro”. Certamente, é uma das atrações mais fantásticas de Chiang Mai e foi construído originalmente para guardar as cinzas de um antigo rei.

Wat Phra Singh, conhecido como o Templo de Ouro
Wat Phra Singh, conhecido como o “Templo de Ouro”.

Ainda há muitos outros templos incríveis para visitar em Chiang Mai como, por exemplo, o Wat Suan Dok e o Wat Chet Yot. Por isso, vale a pena fazer um passeio completo com um guia e conhecer os cinco templos mais importantes de Chiang Mai!

Dia 12 – Templo Branco de Chiang Rai (turismo na Tailândia)

Na região mais ao norte da Tailândia encontra-se a cidade de Chiang Rai. A principal atração dessa cidade é Templo Branco de Chiang Rai, que além de ter sido feito com gesso branco, ainda possui pequenos pedaços de vidro em sua estrutura, que a fazem ser um verdadeiro espetáculo quando a luz do Sol é refletida neles. 

Famoso Templo Branco de Chiang Rai.
Famoso Templo Branco de Chiang Rai

Dia 13

Após visitar tantos templos incríveis, é provável que você queira descansar no hotel o dia inteiro e acordar só na noite seguinte. É por isso que eu recomendo que na volta para Chiang Mai, você descanse e acorde só à noite para visitar o Night Bazaar, um mercado de variedades a céu aberto que funciona no período noturno.

Mas tenha atenção e não aceite o preço que oferecerem logo de cara. Quem já tem experiência e viajou para o Egito pode utilizar as mesmas recomendações no Night Bazaar.

Dia 14

E aqui vai uma dica imperdível! Caso o seu 14.º dia na Tailândia caia em um domingo, e você por acaso ainda estiver em Chiang Mai, não deixe de visitar a Ratchadamnoen Road. É mais um mercado ao ar livre, mas que funciona durante a tarde e parte da noite, entre 14:00 e 22:00. Ali você pode experimentar comida tradicional, comprar artesanato e ainda assistir a algumas das atrações ao ar livre.

Dia 15 – turismo na Tailândia

E as atrações em Chiang Mai parecem não ter fim. Já que existe um templo construído no século XIV no alto de uma montanha. E para chegar nele é necessário subir uma longa escada de 300 degraus toda ornamentada e enfeitada com a estátua de uma longa serpente. O templo se chama Wat Phra That Doi Suthep, também chamado de o Templo da Montanha de Chiang Mai. Você vai se surpreender com tanta beleza! 

Dia 16

Agora para finalizar o seu turismo na Tailândia com chave de ouro, que tal uma série de passeios no litoral? Afinal, praia e Tailândia é algo que combina muito! Indo para o sudoeste do país, temos a província de Krabi, que com suas mais de 150 ilhas oferece várias opções de passeios e atividades junto ao mar. Então, que tal começar com um passeio em 4 ilhas? Elas são um conjunto de 4 ilhas que possuem formas pitorescas, incluindo uma que se assemelha a um frango (por isso, é chamada de Chicken Island). 

Dia 17 – Turismo na Tailândia

Ainda na província de Krabi, um dos passeios mais elogiados é o que é feito para Ko Hong, também chamada de Hong Island, que é simplesmente uma ilha com uma praia paradisíaca, digna de um filme de Hollywood.

Turismo na Tailândia. Um dos passeios mais elogiados na Tailândia, ilha de Ko Hong.
Um dos passeios mais elogiados na Tailândia, ilha de Ko Hong.

Dia 18

Aliás, você sabia que há um filme de Hollywood que ajudou a popularizar as praias e ilhas de Krabi no começo dos anos 2000? Esse filme foi A Praia, que trazia Leonardo DiCaprio como ator principal. Mas o que muitos não sabem, é que a fantástica ilha onde fica a praia que dá nome ao filme, chama-se Koh Phi Phi Leh e fica em Krabi, na Tailândia. E o que aconteceu após as pessoas assistirem o filme foi um aumento repentino do turismo para a ilha.

Turismo na Tailândia. Vista da praia de Koh Phi Phi Leh, Tailândia.
Vista da praia de Koh Phi Phi Leh, Tailândia.

Dia 19 – Turismo na praia, Tailândia

Provavelmente após ir à ilha de Koh Phi Phi Leh, você não vai querer mais sair de lá. Por isso, os dois últimos dias deste roteiro de turismo na Tailândia foram dedicados a essa praia. No penúltimo dia você pode aproveitar para o mergulho de batismo, principalmente se for na época de verão e outono (entre novembro e abril), quando as condições estão melhores. O mais legal é que cada mergulho dura uma hora, então você pode aproveitar bastante.

Dia 20

E para finalizar com chave de ouro a sua viagem de turismo na Tailândia, que tal passar o dia festejando no Passeio no Barco Pirata? É isso mesmo! O barco pirata tem um DJ a bordo, tem várias bebidas, caiaques disponíveis e ainda passeio de lancha pelos principais pontos turísticos e ilhas de Phi Phi.

O que não pode fazer na Tailândia?

Se você quer saber mais sobre o que não pode fazer na Tailândia enquanto visita o país, saiba que uma das coisas mais importantes é nunca ter os pés voltados para templos, imagens de Buda ou monges. É especialmente rude e inaceitável fazê-lo. Aliás, chutar ou passar por cima de algo ou fechar uma porta com os pés também fará com que você seja castigado na Tailândia.

Ademais, não encoste na cabeça das pessoas. Em alguns casos quando há viajantes com crianças, elas tentam colocar a mão na cabeça dos moradores. Porém, na Tailândia a cabeça é considerada a parte mais sagrada e limpa do corpo, então quando você toca a cabeça de alguém, você estará desrespeitando essa pessoa.

Por fim, não tire fotos de animais capturados. Muitos turistas fazem isso, mas saiba que com o intuito de ganhar dinheiro, muitos animais são capturados ilegalmente. Por isso, ao tirar foto você estará incentivando a caça e captura ilegal de animais.

Esperamos que tenha gostado do artigo sobre o turismo na Tailândia e se você quiser ver mais sobre a Ásia temos um artigo completo sobre o Japão e as cidades incríveis pra você conhecer. Se tiver alguma dúvida deixe um comentário aqui para nós! Se você quiser ainda pode ver um roteiro sobre Bangkok de 3 dias.

Perguntas Frequentes

Quando é calor na Tailândia?

A Tailândia tem três estações oficiais – quente, fria e úmida. A estação quente vai de março a junho, sendo abril e maio os meses mais quentes do ano.

Qual o mês mais barato para viajar para a Tailândia?

A alta temporada na Tailândia é durante os meses de maio, junho e julho. O mês mais barato para viajar para a Tailândia é fevereiro.



Robba Caravieri
Aos 40 anos deixei meu país, o Brasil, para descobrir o mundo. Escolhi Barcelona para ser minha casa por enquanto, mas sou De Lugar Nenhum.

3 Responses

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Navegue

Posts Relacionados


Fique por dentro

Inscreva-se na nossa newsletter e receba sempre em seu e-mail todas as novidades, promoções e dicas.
Basta digitar seu e-mail no campo abaixo e pronto!

© 2022 De Lugar Nenhum. Todos os direitos reservados.