Povo de Israel - De Lugar nenhum

Você conhece algo sobre o povo de Israel, os judeus, a cultura do país e coisas para fazer por lá?

Ir para Israel é sonho de muitos brasileiros, não somente pela religião, mas também porque o país tem muita história e cultura que causa curiosidade nos turistas.

Se você ainda não sabe sobre como fazer turismo no país além dos destinos religiosos, então está perdendo uma oportunidade incrível de conhecer lugares belíssimos. Ademais, a cultura dos judeus somado a lindas praias, seus comércios (ótimos para fazer compras) e as mutias histórias diferentes do país ultrapassam os destinos turísticos comuns.

Então, vamos partir para a viagem para Israel e mostrar o que vale a pena você saber sobre o país e seu povo com tanta história para contar? Vamos lá!


Israel onde fica?

Entender sobre Israel e onde fica é o primeiro passo para quem deseja visitar o local e conhecer os israelitas. Por isso, saiba que o país está na costa leste do Mar Mediterrâneo, bem próximo da junção entre Ásia, África e a Europa. 

Além disso, ele faz fronteira com vários países, como a Síria, Líbano, Jordânia e Egito. E claro, vale ressaltar que boa parte de Israel conta com um clima árido ou semiárido, mas com um clima ameno em regiões litorâneas. 

E quanto à capital de Israel, Jerusalém, ainda existe muita discordância entre os israelitas. O país e o povo de Israel, reivindicam a cidade como capital, mas há uma disputa entre os palestinos e os judeus, que também desejam a cidade como a capital de seu país. 

Desse modo, além das disputas com os judeus, que geram entre o povo uma série de conflitos violentos na região, não há consenso na comunidade internacional. É por isso que várias embaixadas internacionais ainda se localizam em Tel Aviv. 

Israel, a Terra Santa, é o lar de um caldeirão de culturas, além dos povos judeus. De um extremo ao outro do país, há muitos povos diversos e interessantes. Judeus, muçulmanos, cristãos e outros povos, vivem, em certa medida, lado a lado. Mas há algumas coisas que são verdadeiras para todos os israelenses. E, outras, não.

Israel, como sabemos, tem seus estereótipos. Alguns são distorcidos, mas outros têm uma certa dose de realidade. Neste blog, veremos seis coisas que compõem a personalidade do povo de Israel.

Viagem para Israel: o povo de Israel, os judeus e mais

Assim como outros países, por exemplo, Itália ou Grécia, esse é um museu incrível a céu aberto. Isso porque já em suas ruas podemos ver a história de israelitas, dos judeus e a de Israel.

Mas, ao mesmo tempo, quase todo mundo tem dúvidas sobre como é viajar para lá, como se vestir, a moeda, a comida e muitas outras coisas que vão, além disso.

O motivo, é que não é um destino muito comum, pois, como sempre, as pessoas preferem visitar países e cidades tradicionalmente turísticos, como os europeus, os quais são para onde a maioria dos turistas do mundo costumam ir. Saiba mais sobre o povo de Israel e sobre o país.

O povo de Israel vive melhor?

Um dos pontos fortes da cultura do povo de Israel, é que eles dão muito valor para suas vidas.

A cidade de Tel Aviv

E nada mais justo, pois nossa vida é nosso bem mais precioso e eles levam isso ao pé da letra. Por isso, você sempre vai ver pessoas pelas ruas, restaurantes cheios, movimento frenético e pessoas alegres, Elas estarão aproveitando as suas vidas.

Claro, eles trabalham como nós, tem seus empregos, suas obrigações, estudam, mas dão máximo valor ao seu tempo de lazer.

Hospitaleiro e convidativo, povo de Israel é assim!

Em Israel, além de ver muita vida pelas ruas, você vai notar que o povo gosta muito dos turistas, de outras culturas e de pessoas com estilos diferentes.

Claro, como em todo lugar, existem pessoas com diferentes posições e cada uma tem seu pinto de vista sobre cultura e diversidade.

Mas o que você não deve imaginar, é que Israel e o seu povo, tem uma mente mais aberta, que respeitam a diversidade, seja ela qual for.

Em Tel Aviv, por exemplo, a comunidade LGBT+ é gigantesca, e isso faz com que essas pessoas de todo o mundo, visitem o país também.

A noite de Tel Aviv é muito divertida e você vai ver por lá, muitos lugares, bares e restautantes com a bandeira do arco-iris.

Suas praias também convidam a comunidade a festejarem à beira-mar, banhando a cidade com o Mar Mediterrâneo, você sempre vai ver o espírito de verão presente por elas.

Em Jerusalém se vive diferente de Tel Aviv?

Mas em outras cidades, como em Jerusalém, onde a religião é muito mais presente, se vive um pouco diferente e os costumes podem ser um pouco contrários.

Ainda assim tem seus lugares divertidos, mas é um ambiente diferente, mas com vida noturna, bares, restaurantes e diversão, Jerusalém também é uma cidade internacional e peculiar.

Em Jerusalém Oriental, por exemplo, você vai encontrar o Bairro Muçulmano, que já existe a mais há mais de mil anos, frequentado pelo povo, a Cidade Velha, culturalmente tradicionais, com seus souks,que são os mercados da cidade, como a gente costuma ver na TV. Ali é onde se vende e compra e se negocia pelo povo por todo o dia.

Vocè vai encontrar também por ali, as mesquitas, como a de Al-Aqsa, ou o Domo da Rocha, que é o terceiro lugar mais sagrado do Islã, segundo a história de Israel.

Além disso, na região, o judeu Muro das Lamentações, que faz parte da história do povo judeu, onde os religiosos rezam diariamente nesse antigo Templo Judaico que foi destruído pelo povo romano, em 70d.C.

Aliás, ele é considera o lugar mais sagrado do mundo para o povo judeu e outros povos.

Um pouco da história e do povo de Israel

Cidade Antiga de Jerusalém, Israel.
Cidade Antiga de Jerusalém, Israel.

Claro, como é um país muito antigo, a história de Israel é vasta e com muitos acontecimentos, e a origem do povo de Israel, conforme a bíblia, vem desde o período de Abraão.

Bem como, o povo de Israel tem uma história bastante sofrida, mas também considerada por muito milagres acontecidos.

Um neto de Abraão, chamado Jacó, teve 12 filhos que consequentemente deram que deram origem às 12 tribos de Israel. Após a família de Jacó passar cerca de 400 anos, os israelitas foram tirados de lá e levados do deserto, para a terra prometida.

Em seguida, liderados por Josué, conquistaram a Terra de Canaã, a Terra prometida e se fixaram por lá.

Novo testamento, antigo testamento e a história de Israel

No tempo do Novo Testamento, ao contrário do Antigo Testamento, o território reino de Israel estava debaixo do domínio romano, dividido em províncias, onde os direitos dos judeus eram limitados, pois, sob o domínio romano, sempre ocorria proibições nesses direitos da cultura judia antiga, que era muitas vezes, em quase todo o tempo, opressor.

Por muito tempo, os judeus permaneceram sem ter uma terra de Israel, sua própria e migraram para várias partes do mundo, deixando o reino de Israel, onde eram sempre perseguidos. a Terra de Israel antiga, então, caiu no domínio dos otomanos e do domínio islâmico por um longo período. Isso terminou somente após acontecer a Segunda Guerra Mundial.

O estado moderno de Israel

O povo judeu, na maioria das vezes, eram vistos com desconfiança onde se instalavam, e por consequência disso, foram alvo de inúmeras perseguições.

Era muito difícil que eles se integrassem nesses novos países, devido à cultura muito diferente e daí se iniciavam as perseguições religiosas, ao povo judeu, como já bem conhecemos.

Isso ocorreu até o início da maior perseguição, do regime nazista, a história de maior massacre conhecida no mundo. Com o fim da Segunda Guerra, em 1948, a região da Palestina, que antes da guerra era de domínio britânico, foi dividida, criando-se então o estado de Israel.

Por que visitar Israel?

Uma viagem para Israel vale o seu tempo. Isto é, os seus pontos turísticos, que variam de ruínas bíblicas a fortalezas das Cruzadas, memoriais da Segunda Guerra Mundial e cidades cosmopolitas, são, de fato, de tirar o fôlego. Ademais, Israel também é fácil de visitar, já que seu excelente sistema de ônibus coloca qualquer cidade ao seu alcance.

Quer mais? Além disso, o país não tem grandes dimensões como o nosso Brasil. A saber, a sua extensão territorial é de, apenas, 22.072 km². Isso, na verdade, é uma vantagem turística e significa mais facilidade para visitar os pontos mais legais de lá e conhecer o povo de Israel. Sendo um país de tamanho pequeno, as atratividades de interesse não ficam muito longe umas das outras.

Viagem e turismo em Israel

De fato, Israel não é um dos destinos mais baratos. No entanto, para conseguir viajar um pouco mais barato, mas ainda com luxo, há um truque: é fazer uma excursão para Israel.

Com excursões você consegue economizar em muitos pontos da tabela acima, isto é, em aluguel de carro, transporte público e, às vezes, refeições.

A seguir listamos algumas excursões para Israel:

Como chegar a Israel?

Saindo do Brasil, não temos mais voos diretos entre Guarulhos e Tel Aviv. Mas você pode utilizar ótimas companhias como a Qatar Airways que faz conexão em Doha, ou com a Iberia, fazendo uma conexão na Espanha em Madrid.

O tempo de voo com as companhias, claro, varia da cidade qual você vai sair do Brasil, mas, geralmente, terá que sair do Aeroporto de Guarulhos.

Vistos e vacinas para Israel

Essa é uma parte importante da sua viagem para Israel. Para entrar no país, é necessário mostrar o seu certificado de vacinação contra a COVID19. A melhor opção é levar esse certificado já em inglês para facilitar as coisas na sua entrada em Israel.

Para os brasileiros, também é exigido um seguro viagem que cubra suas despesas médicas na sua permanência no país. Pesquise seu seguro viagem em um buscador que vai te dar o melhor preço.

Em seguida, os brasileiros não precisam de visto para Israel, mas precisam de passaporte válido, com data de seis meses a partir da entrada em Israel.

Existe um detalhe que pouca gente sabe: caso você tenha intenção de visitar o Líbano, Arábia Saudita, a Síria e o Iraque, precisa informar o agente de imigração, pois esses países proíbem entrada de turistas que passaram por Israel.

Mas não se preocupe, o que vai ocorrer, é que ao invés de carimbarem o seu passaporte, eles te darão um visto em outro papel. Dessa forma, não fica gravado no seu passaporte que você visitou Israel.

Quando viajar para Israel?

Depende de muitas coisas, pois, cada tipo de turista tem o seu gosto, preferência de clima e mias um monte de particularidades.

Durante o inverno, onde o país está um pouco mais vazio em relação à turistas, é uma das melhores épocas para visitar Israel, pois o clima é mais ameno. Dá inclusive para usar bermuda e camiseta, pois não faz tanto frio na estação.

A alta temporada e também o verão, é de julho a setembro, onde tudo fica mais cheio e consequentemente, mais caro. De março até junho, é considerado a baixa temporada, onde já fica um pouco mais barato e mais tranquilo para visitar as atrações do país.

Melhor época para visitar Israel em mais detalhes

A melhor época para visitar Israel é, normalmente, durante a primavera (de março a maio) ou durante o outono (de setembro a novembro). Nesses meses você provavelmente encontrará menos multidões, acomodações mais baratas e o melhor clima (mesmo para ir à praia). Na primavera você encontrará temperaturas entre 16 °C a 35 °C dependendo da cidade que visitar. Já durante o outono as temperaturas são de 19 °C a 32 °C.

Se acaso você gosta de frio, saiba que os invernos em Israel são amenos. No entanto, certas áreas, como Jerusalém, podem experimentar temperaturas baixas de até 4 °C ou, no topo do Monte Hermon, há frio o suficiente para operar um resort de esqui.

Qual o idioma em Israel?

O Hebraico é a língua oficial de Israel. Mas, você será entendido sem problemas se souber falar o inglês. 

Segurança na sua viagem para Israel

O que vemos, às vezes, na TV nos leva a temer pela segurança em Israel. No entanto, apesar de o conflito entre palestinos e Israelenses ser real, os embates não acontecem pelas ruas das cidades, como imaginamos. Ou seja, é seguro viajar para Israel.

Portanto, os passeios e visitas turísticas não sofrem nenhuma represália, tampouco são perigosas. As guerrilhas e confrontos acontecem longe dos locais turísticos como, por exemplo, a Faixa de Gaza, Cisjordânia e Colinas de Golã.

Aeroporto de chegada na sua viagem para Israel

O aeroporto porta de chegada a Israel é o Aeroporto Internacional de Ben Gurion. Ele fica em Lira, uma cidade a 20 km de Tel Aviv. Se acaso você quer seguir para Jerusalém, também é possível ir de lá, já que Ben Gurion está a, apenas, 57 km. 

Seja qual for o lugar para onde você queira se deslocar a partir do aeroporto, existem meios de transporte. Se sua opção for transporte público (ônibus ou trem), saiba que param de circular no decorrer do Shabat, isto é, entre sexta-feira à tarde as14h30 e noite de sábado às 21 horas.

Quer uma dica? Como Israel é um país de pequena extensão, você pode alugar um carro, e percorrê-la de ponta a ponta, viajando sem paradas, em apenas 4 ou 5 horas. No entanto, não se deixe enganar. A extensão territorial é pequena, mas repleta de paisagens lindas, sítios arqueológicos impressionantes e praias cativantes.

Israel é incrível e tem muitos lugares lindos que vão além do turismo religioso, seja o judeu ou outros. Se acaso você quer saber mais para onde viajar em Israel, veja as principais atrações de Tel Aviv, Jerusalém, Raifa, Terra de Canaã (a terra prometida), Cesareia Marítima, Belém e Nazaré!

O que levar na mala para Israel?

Uma coisa que você deve considerar, é que o clima de Israel é quase todo o tempo, quente. O que você não deve se esquecer é que para visitar certos lugares, você deverá se vestir adequadamente a cada um deles.

Isso quer dizer que, você SEMPRE vai precisar ver essa informação antes de planejar visitar os lugares, pois as vestimentas vão segundo a religião praticadas no mesmo, sejam dos judeus ou as outras.

Se você está indo para o país no inverno, não precisa levar muitos casacos ou roupas adequadas para o frio extremo, como falamos la á em cima, o inverno é bem tranquilo. Mas a nossa dica é sempre consultar antes de fazer a mala, o clima nos próximos 10 dias.

Qual a moeda de Israel? É um destino muito caro?

Essa é outra pergunta que todo mundo faz para a gente! A moeda de Israel é o Shekel. Você pode sacar nos caixas automáticos na moeda local, ou mesmo trocar dólares, ou euros nas casas de câmbio por lá, muitas vezes facilmente.

Quanto aos valores, infelizmente não é dos países mais baratos, é um pouco caro sim viajar para Israel, principalmente para os destinos mais turísticos.

Mas mesmo assim, você pode encontrar muitos lugares acessíveis para comer, isso claro, dependendo do estilo de viagem que você está planejando.

Outra super dica, é que eles tem como cultura negociar o preço para tudo. Nosso lema é sempre esse, aliás, pechinchar e pesquisar antes de comprar qualquer coisa, mesmo que seja comida.

Qual o preço de uma viagem para Israel?

Israel é um país caro em comparação com seus vizinhos árabes: Egito, Síria ou Jordânia.

Os preços são quase europeus e, em alguns casos, podem ainda ser mais caros. Com um orçamento diário de cerca de 40 a 50 euros por dia, você pode viajar tranquilamente ao nível dos mochileiros sem adicionar muitos luxos.

Estimativa por pessoa por 7 dias por Israel:

As cidades de Israel para você visitar e seus pontos turísticos

Quando você pensa na terra de Israel, pensa em Jerusalém, temos certeza disso! Mas existem outros povos e lugares que você deve conhecer na sua viagem para Israel.

Entre eles, a moderna Tel Aviv, cidade com muita cultura e diversidade, que inclusive quase ninguém sabe, que tem uma celebração da semana e parada LGBTQ+ das mais importantes do mundo!

Além de Tel Aviv, você pode incluir na sua viagem, lugares como Jaffa, Haifa, Nazaré, Tiberíades, Cesareia, Eilat, Acre, a região do Mar Morto e Massada.

Na Palestina, você deve conhecer Belém e também Jericó.

Quanto tempo ficar em Israel?

Essa pergunta, claro, é relativa, pois isso depende do tipo de viajante você é. Tem gente que desbrava qualquer país em 5 dias, que não é o nosso caso.

Diríamos que para conhecer bem o país e a terra de Israel, considerando que ele é pequeno, você deva permanecer cerca de 12 a 15 dias.

Esse tempo vai te proporcionar mais calma para conhecer os lugares que você tem interesse, saborear a cultura calmamente e te fazer realmente conhecer a terra de Israel.

O que indicamos, é que você pesquise os passeios de seu interesse em Israel, o que vai te ajudar a organizar a sua viagem.

Vale a pena alugar um carro em Israel? Carteira de habilitação brasileira é válida para dirigir no estado de Israel?

Essa é uma dúvida comum para quem está viajando para Israel.

Vale a pena alugar um carro em Israel e dirigir no país. Somente considere que isso vai te ajudar, sim, a se locomover pelo país, porém alguns passeios você só consegue chegar através de excursões, para não ter problemas. Veja as excursões e passeio por todo o estado de Israel.

Bem como, para dirigir no estado de Israel, os brasileiros podem também portar somente a Carteira de Habilitação brasileira, a CNH ou a Carteira de Habilitação internacional.

O país tem as suas estradas muito bem estruturadas, facilitando muito a locomoção entre lugares mais distantes, e, ao mesmo tempo, muito seguras e sem pedágios na sua maioria.

Se você vai viajar com a família e filhos para Israel, tem que ter cadeirinha para eles, é obrigatório. Outra dica, é alugar um carro com GPS, pois o sinal de celular é falho nas estradas e sempre configurar na língua portuguesa antes de partir para qualquer viagem no estado de Israel.

Como ir para Israel barato?

Se acaso você quer ir para Israel e viajar barato, então essas dicas podem ajudar:

  • Busque por voos baratos. Isto é, pesquise muito passagens aéreas, promoções e configure alerta de celular por aplicativos como Skyscanner.

  • Se acaso você não se importar em dormir em troca de favores, busque esta opção. Existem alguns aplicativos que oferecem estadia para cuidar de animais, ou mesmo para afazeres de casa. Para isso, utilize o HomeSwap.

  • Pense bem onde fazer o cambio ou trocar seu dinheiro! Afinal, dependendo do serviço, ou local, a taxa pode ser mais cara.

  • Evite comer em restaurantes turísticos. Aliás, busque acomodações com cozinha e faça mercado.

Uma viagem para Israel terá bom preço se você conseguir seguir essas dicas!

Viagem para conhecer o povo de Israel com pacote?

Em Israel você nunca perde muito tempo indo de um ponto de interesse para outro. Aliás, planejar uma viagem para lá, com tantas opções, pode ser incrível. No entanto, se você não quer ter dor de cabeça com planejamentos, a melhor opção é fazer uma viagem para Israel com pacote.

Povo de Israel - Jerusalem
Vista da cidade de Jerusalém

Um pouco mais de Israel

Israel é um país do Oriente Médio, que teve seu Estado estabelecido em 1948. Suas terras se alongam pelo lado leste das margens do Mar mediterrâneo, fazendo limite com o Egito, a Faixa de Gaza, Líbano, Síria e Jordânia. 

À primeira vista, Israel é um lugar muito envolvente. Não só pelo histórico religioso que guarda, mas também pela própria região, que nos recebe com um calor intenso no verão e um frio com neve no inverno (em alguns locais do norte).

O que visitar se tenho pouco tempo?

As principais cidades de Israel são Jerusalém e Tel Aviv. Então, se você tem pouco tempo por lá, reserve esse tempo para viver momentos nestas duas cidades.

Aliás, você viverá experiências fascinantes em Jerusalém, conhecida como Terra Santa, repleta de história e cultura. Afinal, não é todo dia que se pode vivenciar momentos de extrema emoção em um destino como esse. 

Planejando a viagem para Israel em 2022? Qual o preço da passagem?

Quando se pretende fazer uma viagem a Israel, e a ideia começa a ganhar vida, a primeira coisa a fazer é… planejar! Isto é, pensar no financeiro, no tipo de vestuário a levar, na hospedagem, na alimentação e nos locais a visitar. Dessa forma, você assegura melhor a sua viagem.

Uma viagem para este interessante destino pode levar a um misto de emoções e aventuras. Ali se entrelaçam antigas tradições, história, religião, fé e cultura. Então é importante planejar tudo!

Passagem e preço de viagem para Israel

Há voos do Brasil com escala para chegar em Israel. Por isso, veja quais são as rotas internacionais até lá. Muita gente prefere as viagens com conexão em algum país da Europa. As opções mais comuns são voos para as capitais europeias como Madrid, Paris ou Lisboa, e, de lá para Israel

Veja algumas alternativas de voo saindo de capitais brasileiras, com escala em algum país europeu:

Voos até Tel AvivEscalas fora do BrasilTempo mínimo de voo (ida)Preço aproximado*(Ida e volta)
São PauloIstambul18 horasa partir de R$ 2.963,00
Rio de JaneiroParis ou  Lisboa ou Amsterdã21 horas 35 ma partir de R$ 5.403,00
VitóriaIstambul ou Paris ou Frankfurt23 horasa partir de R$ 5.647,00
ManausParis ou Frankfurt29 horasa Partir de R$ 5.000,00
SalvadorParis23 horasa partir de R$ 3.778,00
BelémParis27 horasa partir de R$ 4.813,00
FlorianópolisIstambul25 horasa partir de R$ 4.000,00
Rio BrancoMadri29 horas 35 ma partir de R$ 7.844,00
Belo HorizonteIstambul26 horasa partir de R$ 4.000,00
BrasíliaIstambul26 horasa partir de R$ 4.000,00
Viagem para Israel e preço

Lembre-se: os preços podem variar conforme a companhia aérea, horário e as datas. Por isso, entre em contato com a companhia em caso de dúvidas.

Qual é o lugar mais visitado em Israel?

Com 3,5 milhões de turistas que visitam o país todos os anos, Jerusalém é a cidade mais visitada do país. Jerusalém está entre as cidades mais antigas do mundo, é a capital de Israel e também a maior cidade do país, desde que a população e a área de Jerusalém Oriental estejam incluídas.

Quais os lugares turísticos de Israel?

Os lugares turísticos de Israel são Jerusalém, Haifa, Nazaré, Jaffa, o Mar Morto, Belém, parque Timna, o Mar da Galileia, Massada, o monastério de Mar Saba, Beith Shean e Akko.

Quais os lugares sagrados de Israel?

Alguns lugares sagrados de Israel são os Jardins Baha’i e Domo Dourado, mar da Galileia, o muro das Lamentações, a Igreja da Anunciação e a vila de Nazaré, Yardenit a Sinagoga de Abuhav, a Basília do Santo Sepulcro, as Bodas de Caná e o Túmulo do Jardim.

Bom, agora que você sabe um pouco mais sobre o país, vamos conhecer os lugares incríveis em Israel!

Quais dicas devo saber sobre o reino de Israel?

Já deu para perceber que podemos visitar todo o povo de Israel, não é mesmo? E não falamos isso por acaso, já que existem inúmeras razões e lugares incríveis por lá.

Afinal, Israel é um país de imensa beleza natural, cultura, história imbatível e pessoas incríveis. No entanto, veja mais algumas dicas sobre Israel:

  • Qual a capital de Israel? Jerusalém

  • Quais os idiomas falados no país? O hebraico e o árabe. Quase todo o povo fala inglês

  • População/Povo de Israel:em torno de 8 milhões de habitantes

  • Telefones de emergência: 100 (polícia), 101 (ambulância) e 102 (bombeiros)

  • Se quiser levar aparelhos: 220 volts

  • Se quiser fazer uma chamada telefônica a cobrar para o Brasil: 180 949 45 50 ou180 920 55 55

  • Diferença de horário com Brasília: + 5 horas

Dias sagrados na Terra de Israel

Logo depois, existem alguns dias de descanso semanal diferem entre as religiões. Para os muçulmanos é a sexta-feira; para os judeus é o sábado e para os cristãos, o domingo.

O que acontece é que você pode encontrar lojas e comércios fechados nesses dias, conforme a religião do proprietário, ou então do bairro onde ele fica.

Porém, a predominância é do povo de judeus hebreus,normalmente esse dia que irão fechar é aos sábados.

Além disso, Shabat, é o nome do dia de descanso semanal no judaísmo.

Ele vai do pôr-do-sol da sexta-feira até o pôr-do-sol do sábado.

Feriados em Israel. Povo de Israel e sua cultura

No país, nos dias de feriado, os bancos, comércios e órgão públicos ficam fechados. Atente-se sempre em pesquisar antes de se dirigir a qualquer lugar.

Festas em Israel

  • Os Dez dias de Penitência (Iamim Noraim) na história

  • Ano Novo judaico (Rosh Hashaná) e Dia do Perdão do povo de Israel

  • As 3 festividades de peregrinação – Páscoa , Festa das Semanas e Tabernáculos

  • Chanucá e Purim 

  • Lag Baômer e Tu B’Shevat 

  • Dia da Lembrança do Holocausto, Dia de Jerusalém e o  Dia da Independência de Israel.

Os povos judaicos dividem-se em: asquenazes, e sefarditas, originários de países como França Itália e Espanha

Ainda assim, o povo de Israel, das nações africanas e asiáticas como Marrocos, Tunísia, Turquia e Líbano.

A cultura dos hebreus, é ligada à história e ao judaísmo.

Enfim, é o único país onde a vida gira em torno do calendário dos hebreus. O trabalho e as férias escolares são determinados pelas festas judaicas dos hebreus.



Robba Caravieri
Aos 40 anos deixei meu país, o Brasil, para descobrir o mundo. Escolhi Barcelona para ser minha casa por enquanto, mas sou De Lugar Nenhum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue

Posts Relacionados


Fique por dentro

Inscreva-se na nossa newsletter e receba sempre em seu e-mail todas as novidades, promoções e dicas.
Basta digitar seu e-mail no campo abaixo e pronto!

© 2022 De Lugar Nenhum. Todos os direitos reservados.