De Lugar Nenhum

Como Avaliar o Ano de 2020?

comoavaliar2020

Assim, como fazemos pra avaliar o ano de 2020? Como você está se sentindo depois de estar tanto tempo confinado ou proibido de fazer aquilo que gosta, de ver as pessoas que ama, de ter olhado tanto para o seu interior nesses meses todos que se passaram?

Sim, embora esteja e seja muito difícil, chegou a hora de avaliar sim, tudo isso e pensar talvez como serão os novos dias que estão chegando, o novo ano e o nosso futuro a partir de agora.

O fim do ano está chegando, 2020 está acabando (acredite!) e é sempre bom um balanço pra olharmos pra trás, antes de avançar pro futuro.

Onde estávamos quando o Covid apareceu no ano de 2020?

Sim, sabemos que ele apareceu em 2019, mas começou a ser nossa realidade em 2020.

Um breve resumo, pra quem não sabe: sou imigrante, vivo em Barcelona e já estou na Europa fazem quase 3 anos. Desde então nunca visitei o Brasil, meus amigos e minha família que sinto tanta falta.

Começar uma vida aqui na Europa é difícil e só depois desses quase três anos eu consegui finalmente planejar uma viagem ao Brasil.

Quando o Covid chegou, já tinha passagem comprada, viagem dentro do país reservada e 30 dias pra matar as saudades dos amigos e da família.

Pena que não deu certo. Todos começaram a ficar assustados, aeroportos começaram a fechar e os planos começaram a ir por água abaixo.

Resultado: viagem totalmente cancelada. Férias canceladas também.

Lidando com 2020 antes de avaliar

Ainda em como avaliar o ano de 2020, precisamos falar sobre como lidar com 2020.

Março chegou, ruas vazias, comércios fechados (aqui em Barcelona que é onde tenho propriedade pra contar), todo mundo em casa assustado, pois tínhamos algo totalmente desconhecido devastando as nossas mentes.

Tenho sorte que divido minha vida com duas pessoas maravilhosas: o meu marido e uma das minhas melhores amigas, ambos do Brasil.

Sendo assim a vida se resumiu em: séries de TV, cozinhar muito, comer muito, beber juntos e fazer festinhas em 3, jogar muito videogame, enfim, fazer de tudo, nós 3, juntos, para não enlouquecer. Mesmo assim enlouquecemos.

O trabalho começou a ser feito desde casa ( eu trabalho em uma empresa gigantesca que oferece suporte pra um produto no Brasil). O contato com os amigos, começou a ser feito somente pelo telefone e comunicadores de internet. Os poucos amigos que fiz aqui, muito poucos, agora estão todos distantes de mim.

O mundo começou a ser visto da tela do celular, do computador, das lives de Instagram e Youtube…

Passou março, abril, maio, junho e no final de julho pareciam que as coisas estava voltando ao normal.

Remarquei minhas férias, que antes seriam no mês de março, para setembro. Vamos lá, planejar tudo de novo.

Mas em julho voltou ao normal?

Esqueça a palavra normal. Creio que nunca mais nada vai ser normal, aliás, eu ODEIO o termo “o novo normal”.

As pessoas insistem em não conseguir lidar com a realidade ou então inventar uma desculpa para mascará-la.

Os comércios começaram a abrir novamente, o número de pessoas sempre limitado. Todo mundo de máscara nas ruas, verão se aproximando.

Como seria o verão de 2020? Como faríamos pra ir nas lindas praias de Barcelona? E as viagens, iam rolar de novo?

Eis que no Brasil, começa a onda violentíssima de infectados. Resultado: minha viagem cancelada. Novamente.

E as férias? E o verão de 2020?

Inesperadamente ( eu achei que não ia dar), restritamente, estávamos podendo viajar aqui. Muito restritamente.

Então, cancelei novamente minha ida ao Brasil e comecei a planejar visitar os amigos que tenho por aqui. Fomos à Berlim, à Galícia e passamos 15 dias na cidade de Praga. Ok, enfim, ao menos conseguimos viajar.

Anteriormente, já tinha visto isso: passagens canceladas, muitos sonhos cancelados e vouchers, muitos vouchers de passagens pra gastar no futuro.

Assim espero. Que ao menos eu consiga.

Enfim, acaba 2020, eu nunca te pedi nada!

Calma, 2020 vai acabar. Mas não é por isso que teremos a certeza que tudo mude.

Finalmente, o que você fez? Você olhou pra dentro de você? Mudou coisas em você que estava fazendo errado (ou diferente)? Você passou a dar mais valor na sua liberdade? E pras pessoas que você ama?

Você se sente livre?

Como avaliar enfim o ano de 2020?

Eu não sei te dizer ao certo.

Enfim, esse texto é um desabafo, pra que assim como eu você possa refletir e ler algo, sobre uma pessoa muito distante e o seu relato sobre tudo isso.

Sendo assim, fique bem. De verdade.

Use máscara. Mantenha a distância necessária. Tome cuidado.

Veja também: Onde se hospedar em Barcelona

Alugar apartamento pra temporada

Leia: Cozinha Afetiva, de Bianca Aloise

COMO AVALIAR O ANO DE 2020
COMO AVALIAR O ANO DE 2020
anteriormente eu disse, assim,  certamente só clicando aqui.
ademais
afinal
aliás
analogamente
anteriormente
assim
certamente
conforme
conquanto
contudo
decerto
embora
enfim
enquanto
então
entretanto
eventualmente
igualmente
inegavelmente
inesperadamente
mas
outrossim
pois
porquanto
porque
portanto
posteriormente
precipuamente
primeiramente
primordialmente
principalmente
salvo
semelhantemente
similarmente
BATE E VOLTA DE BARCELONA
  • Dicas para sua viagem:

2 respostas

  1. Gostei muito de ler seu relato sobre o ano 2020. Sem dúvida, foi um ano desafiador, mas sinto que o convite obrigatório de olhar para dentro era e esta sendo necessário. Vamos torcer por dias melhores, porque mesmo o ano de 2021 ter chegado, estou sentindo o clima muito parecido com o do ano passado. Não vejo a hora de viajarrrrr!!! Abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *