montenegro europa - de lugar nenhum (1)

Montenegro, Europa: um guia para a sua primeira viagem. Já pensou em passar suas próximas férias em Montenegro? Você já ouviu falar nesse país?

Embora não seja muito conhecido, vem se tornando cada vez mais procurado por turistas do mundo todo pelas suas belezas naturais.

Onde fica Montenegro?

Ele fica muito próximo de países como Croácia, Bósnia e Sérvia. Você pode estar se perguntando se Montenegro é de fato um país, e essa dúvida é normal. Afinal, quando ouvimos falar em notícias sobre lá? 

Praticamente nunca, né? Não sabemos quem é o presidente, o idioma oficial, os hábitos, sequer a capital! E foi pensando nisso que preparamos este guia.

dubrovnik - montenegro europa - de lugar nenhum (1)
A cidade de Dubrovnik, em Montenegro

Montenegro é um país lindo, um dos lugares incríveis do leste europeu, ao mesmo tempo, cheio de tradições e cultura muito interessantes, e se você pensa em viajar para a Europa, considere colocar esse país no seu roteiro.

Inclusive, nem faz tanto tempo que Montenegro se tornou um país oficialmente. Ele se separou da Sérvia em 2006, quando se tornou independente. 

A maior procura pelos turistas acontece durante o verão, especialmente nas cidades de Kotor e Budva, onde fica um lindo balneário. Já a capital, Podgorica, não tem tantas atrações interessantes.

Quando ir para Montenegro?

O idioma oficial do país é o montenegrino, mas como há uma grande miscigenação da população, outros idiomas também são muito falados.

Entre eles: o sérvio, bósnio e albanês, além do croata. Mas não se preocupe: você poderá se comunicar em inglês também!

A melhor época para visitar o país é durante o verão europeu.

Assim, você poderá curtir mais as praias da região. O problema é que é alta temporada, então os preços estarão mais altos e haverá uma concentração maior de pessoas nas atrações locais.

Os preços ficam ainda maiores entre os meses de julho a setembro. Se você quer economizar, recomendamos que escolha outro período para viajar!

Documentação pra ir para Montenegro, na Europa

E falando em viajar, nem pense em sair de casa sem o seu seguro viagem!

É muito importante que você faça a contratação do seguro para possíveis casos de acidentes, machucados, problemas com a companhia aérea ou perda de documentos. Saiba mais!

Para viajar até Montenegro, não é necessário ter visto de turismo (a não ser que você pretenda passar mais do que 90 dias por lá).

Em relação ao passaporte, é importante seguir a mesma regra para outros países da Europa (validade mínima de 3 meses após você programar sua volta para o Brasil).

Além disso, o país não está exigindo o comprovante de vacinação para turismo.

Montenegro é um país pequeno, e por isso você não precisará reservar muitos dias da sua agenda para conhecê-lo. De 3 a 4 dias serão suficientes!

Como chegar em Montenegro?

Não há voos diretos do Brasil para Montenegro. Por isso, a melhor forma de chegar é através de Dubrovnik, na Croácia. Inclusive, você pode aproveitar e já conhecer os dois destinos de uma só vez.

Da cidade croata a Budva, você não percorrerá mais do que 90 km. Só fique atento caso viaje em alta temporada.

Especialmente aos finais de semana, as filas de carro para cruzar de uma cidade à outra podem estar bem grandes e você vai perder muito tempo em trânsito.

Saindo de Dubrovnik para Montenegro, aproveite para dar uma parada em Perast, uma pequena cidade onde você poderá visitar pequenas ilhas e duas igrejas que são pontos turísticos: a de São Jorge e Nossa Senhora da Rocha.

Transporte público em Montenegro – Europa

O transporte público em Montenegro não é muito eficiente, por isso o melhor é alugar um carro.

Além disso, você se sentirá mais à vontade para conhecer outros pequenos países que estão próximos a Montenegro.

Inclusive, você poderá dirigir com a CNH tirada no Brasil mesmo.

Mas caso tenha a PID, Permissão Internacional para Dirigir, leve por precaução. Nunca se sabe, né?

É caro viajar para Montenegro na Europa? Onde ficar?

Montenegro não é um país caro, se comparado a outros países europeus, como França, Itália e Alemanha.

Mesmo viajando com euros, os preços são mais atraentes para brasileiros.

De qualquer modo, tente não viajar em alta temporada para não pagar o triplo dos preços.

Logo depois, tanto para alimentação quanto hospedagem, é possível encontrar boas opções a preços acessíveis.

Além disso, Montenegro não tem tantas opções de atrações pagas, o que torna a viagem mais em conta também!

As cidades mais visitadas de Montenegro

kotor, montenegro europa - de lugar nenhum (1)
Kotor, em Montenegro

As cidades mais procuradas são Budva e Kotor, mas são destinos bem diferentes. Budva é uma cidade recomendada para quem quer curtir uma praia, e Kotor é mais voltada ao turismo histórico.

Mas nada impede você de conhecer as duas cidades.

Até porque a distância entre elas é de apenas 23 km, meia hora de carro. Você também atravessar as cidades pelo Parque Nacional de Lovcen.

Há também algumas pequenas diferenças em relação ao custo de vida.

Em Kotor, os preços das hospedagens são um pouco mais altos do que em Budva, além de encontrar perto das praias mais opções de restaurantes.

Por ser um país bem pequeno, Montenegro tem apenas um fuso horário, de 4 horas a mais do que no Brasil.

O país não faz parte do bloco europeu, mas mesmo assim adotou o euro como moeda oficial.

Dica: deixe para trocar o seu dinheiro chegando lá, porque as taxas são menores (apenas se certifique de que o seu destino principal tenha uma casa de câmbio).

Quando Montenegro na Europa, ainda fazia parte da Sérvia, bem como, o dinheiro oficial era o dinar, mas assim que se declarou independente, mudou para o euro.

Inclusive, quando Montenegro passou por um plebiscito para se separar da Sérvia, o país proibiu que os montenegrinos utilizassem o dinar.

Foi aí que enviaram uma requisição ao bloco europeu com uma autorização para usar o euro.

Finalmente, gostou de conhecer Montenegro? Aproveite para contratar o seu seguro viagem com antecedência. Conheça aqui seus benefícios!

Pouco depois, leia também o nosso artigo sobre Sofia, na Bulgária, outro país pouco visitado na Europa, assim como Montenegro.



Robba Caravieri
Aos 40 anos deixei meu país, o Brasil, para descobrir o mundo. Escolhi Barcelona para ser minha casa por enquanto, mas sou De Lugar Nenhum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue

Posts Relacionados


Fique por dentro

Inscreva-se na nossa newsletter e receba sempre em seu e-mail todas as novidades, promoções e dicas.
Basta digitar seu e-mail no campo abaixo e pronto!

© 2022 De Lugar Nenhum. Todos os direitos reservados.