Foto do Quitandinha em Petropolis, RJ.

Quer fazer uma viagem rápida no Rio de Janeiro? Então conheça esse bate e volta Rio de Janeiro – Petrópolis! Você vai aproveitar duas cidades que estão próximas e fazer um lindo passeio. Não só o caminho é lindo, como também tem muitas atrações para você aproveitar o dia!

Quer um exemplo? Um deles é o Museu Imperial, o conhecido palácio de verão do imperador D. Pedro II.

Foto do Mirante do Cristo, no meio do caminho do bate e volta rio de janeiro petrópolis.
Mirante do Cristo na Serra a caminho de Petrópolis. Quem não gosta de um mirante, não é verdade?

Essa viagem vai enriquecer sua ida ao Rio de Janeiro, que já é uma cidade linda! Não acredita? Então veja por si mesmo.

RIO DE JANEIRO | WALK AND TRIP
RIO DE JANEIRO | WALK AND TRIP

Antes de tudo, queremos saber… você já conhece Petrópolis? Então, antes de falar do que fazer por lá, explicamos um pouco sobre ela para você.

Petrópolis, Rio de Janeiro

A cidade de Petrópolis está a 68 km da capital do Rio de Janeiro, e fica na área metropolitana do estado. Ela é conhecida, também, como a Cidade Imperial. Mas, porquê? Por que era a cidade do verão para o antigo imperador D. Pedro II.

A cidade tem de cerca de 300 mil pessoas e é a cidade mais populosa da região Serrana Fluminense. Ademais, ela também é considerada a cidade mais segura do estado do Rio de Janeiro.

Petrópolis possui clima tropical com inverno seco. A temperatura máxima em Petrópolis é de 28 °C em média durante todo o ano (de 26 °C em junho a 32 °C em fevereiro). Tem pluviosidade de 2547 mm ao longo do ano, com um mínimo de 71 mm em julho e um máximo de 365 mm em novembro. Ou seja, se você quer fugir das chuvas, os melhores meses são de abril a outubro.

Além disso, a cidade era a queridinha do imperador D. Pedro II, que achava Petrópolis charmosa pelas serras e natureza. Tanto é, que você poderá visitar a sua tumba na catedral de Petrópolis. E não só isso, como também sua casa de veraneio.

Foto de um quadro de arte tirada no museu imperial, petrópolis.
Óleo sobre tela. Pedro Américo, “Batalha de Campo Grande”, 1871. Por Elizabeth Werneck.

Bom, agora que você já sabe um pouco sobre Petrópolis, vamos aos passeios! Você poderá fazer cada um deles individualmente. No entanto, recomendamos realizar uma visita guiada pela cidade. Assim, você conhecerá muito bem todos os detalhes históricos de Petrópolis!

Primeiro passeio do bate e volta Rio de Janeiro – Petrópolis, o Museu Imperial

O Museu Imperial foi a casa preferida do antigo imperador D. Pedro II. A construção da sua casa começou em 1845 e os gastos vieram de sua dotação pessoal. Ademais, foi a construção deste palácio que deu origem à cidade de Petrópolis.

Além disso, existem muitas partes do palácio importados da Europa como, por exemplo, o piso do vestíbulo em mármore preto da Bélgica. Sem dúvida, é uma das construções históricas mais bem preservadas atualmente, portanto, é um dos monumentos históricos mais importantes do Brasil.

Quer mais? O Museu Imperial possui o maior acervo do império brasileiro do país que retrata, em sua maioria, do Segundo Reinado da época de Pedro II. São cerca de 300 mil itens nesse museu que estão à disposição das pessoas. Além disso, o museu realiza constantes eventos, exposições e projetos educativos.

Além do museu, existem outros espaços doados e anexados ao Museu Imperial com muita história para contar! Quer saber os preços? Então veja na tabela os detalhes da visita ao Palácio.

EntradaPreços
InteiraR$ 10
MeiaR$ 5
Tabela com entrada para o Palácio em Petrópolis.

Os dias de funcionamento são de terça a domingo. E os horários:

PasseioHorário
Palácio10h às 18h
Jardins7h às 18h
Pavilhão das Viaturas10h às 18h
Loja/Cafeteria10h às 18h
Tabela com passeio e horário de funcionamento.

E não para por aí! O que mais podemos fazer em Petrópolis?

Museu Casa de Santos Dumont

Você sabia que uma das casas do Santos Dumont fica em Petrópolis? Pois, sim! Foi a residência de verão do Pai da Aviação.

Mais conhecida como “A Encantada”, a casa construída em 1918 é um chalé alpino francês. O museu conta com acervos pessoais de Santos Dumont como, por exemplo, livros, cartas e mobiliário. Você também poderá ver a famosa ducha que funciona com álcool e os degraus em forma de raquete. Mas, porquê formato de raquete? Pelo fato de começar com o pé direito, ou seja, o formato dos degraus faz com que você siga a superstição da boa sorte!

Em suma, é uma experiência única que vale muito a pena! O atrativo funciona de terça até domingo, de 9h às 17h30 (bilheteria até às 17h). Por fim, recomendamos fazer uma visita guiada.

Mais um passeio no bate e volta Rio de Janeiro – Petrópolis? O Palácio da Quitandinha

O Palácio, ou Hotel da Quitandinha, fica localizado no bairro de Quitandinha, na Zona Sul de Petrópolis. Começou a ser construído em 1941. É o maior palácio do Brasil e um dos maiores da América Latina, com 50.000 m² de área construída e seis andares, divididos em 440 apartamentos e 13 grandes salões de até 10 metros de altura. A cúpula da sala Mauá tornou-se a segunda maior do mundo, com 30 m de altura e 50 m de largura. Em 2007 foi adquirido pelo SESC Rio que passou a promover eventos culturais no lugar.

Além disso, em frente ao hotel Quitandinha existe um lago em formato do mapa do Brasil, mas de cabeça para baixo em relação à posição do hotel.

A boa notícia, é que você pode se hospedar no hotel! Vale muito a pena, sobretudo se você quer ficar mais de um dia na cidade. Realize a sua reserva no Booking.

bate e volta rio de janeiro petrópolis. Conhecenco o palacio da quitandinha.
Palácio da Quitandinha. Passagem obrigatória depois do Museu Imperial.

Casa de Cláudio de Souza

Por fim, encerramos o passeio em Petrópolis neste bate e volta Rio de Janeiro com A Casa de Cláudio de Souza.

Está localizada na Praça da Liberdade, em Petrópolis. A Casa de Cláudio de Souza foi construída no final do século XIX. Em 1956, foi entregue à União por dona Luísa Leite de Souza, viúva do acadêmico Cláudio de Souza, para ser anexada ao Museu Imperial e receber atividades culturais.

Em 1964, a casa foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Mas o que ver por lá? A Casa de Cláudio de Souza inclui o acervo com livros, fotografias, móveis e outros objetos pessoais do escritor.

E o melhor? A biblioteca particular de Cláudio de Souza foi doada ao Museu e possui um total de 660 obras, incluindo livros de sua autoria e de outros autores consagrados.

Certamente há muito mais que fazer em Petrópolis. Sobretudo se você quiser ficar uns dias na cidade. Para saber mais, consulte todos os passeios!

Já que você conheceu o que fazer em Petrópolis, agora seguimos o bate e volta no Rio de Janeiro e continuamos nosso tour por lá. Vamos?

Casa Geyer

A Casa Geyer foi doada ao museu imperial em abril de 1999. A partir de então, se tornou uma subunidade do museu. Foi doada pelo casal Maria Cecília e Paulo Fontainha Geyer. Mas, o que ver na Casa Geyer?

A sua coleção reúne livros, álbuns, pinturas, gravuras, litografias, desenhos, mapas e demais objetos de arte reunidos durante 40 anos. Ou seja, é o resultado de uma atividade de identificação, localização e captura de objetos de arte conduzida pelo gosto de apreciadores das Belas Artes. Ao total, são 4.255 obras.

Está localizada no Cosme Velho, aos pés do Cristo Redentor, tendo como objetivo principal torná-la espaço aberto ao público, cumprindo o desejo do casal.

O preço de entrada e horário de funcionamento são os mesmos do Palácio Imperial.

Quer saber mais passeios no Rio de Janeiro? Conheça também o Museu do Amanhã. E se acaso você está buscando lugares para se hospedar, confira essa lista que preparamos para você!

Quer outras sugestões de bate e volta?

Tenho outros amigos que escreveram também dicas de viagens de bate e volta, além do nosso bate e volta do Rio de Janeiro e você vai adorar conhecer esses outros sites e lugares:

Vamos viajar pra onde agora | Bate e Volta de Recife
Uma Viagem Diferente | Cidades para um bate e volta do Rio de Janeiro
Elizabeth Werneck | O que fazer em Bichinho – MG: Bate e volta de Tiradentes
Expedições em Família | Caeté – Bate e Volta a partir de Belo Horizonte
6 Viajantes | Passeios bate e volta a partir de Montevidéu

Perguntas Frequentes

Qual a distância do Rio de Janeiro a Petrópolis?

Petrópolis fica a 68 km do Rio de Janeiro. A melhor forma de fazer essa viagem é de carro, com duração média de 1 h e 20 minutos.

Vale a pena fazer essa viagem?

Sim, e muito! Não só porque Petrópolis possui muitos passeios, como também o caminho para chegar até lá é lindo. Especialmente se você gosta de serra.



Robba Caravieri
Aos 40 anos deixei meu país, o Brasil, para descobrir o mundo. Escolhi Barcelona para ser minha casa por enquanto, mas sou De Lugar Nenhum.

12 Responses

  1. Excelente sua escolha de bate e volta do Rio de Janeiro. Petrópolis, é uma cidade linda e cheia de opções, sem contar o tanto da nossa história que tem por ali né? Parabéns!

  2. Muito legal seu post amigo. Infelizmente nunca fui em Petrópolis mas não é por volta de vontade. Qualquer dia que estiver no Rio faço este bate e volta. Abraços

  3. Adorei seu post com um bate e volta do Rio de Janeiro até Petrópolis! Afinal, são duas cidades que eu gosto muito e adoro conhecer cada catinho novo sempre que volto! As duas são excelentes opções! Amei!

  4. Saudades de Petrópolis. Já fiz esse bate e volta a partir do Rio de Janeiro, mas já está na hora de repetir, pois faz muito tempo. Adorei as dicas. Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Navegue

Posts Relacionados


Fique por dentro

Inscreva-se na nossa newsletter e receba sempre em seu e-mail todas as novidades, promoções e dicas.
Basta digitar seu e-mail no campo abaixo e pronto!

© 2022 De Lugar Nenhum. Todos os direitos reservados.