hostel ou hotel - qual escolher

Essa é uma dúvida que muitos viajantes têm: hotel ou hostel? Até os mais experientes, quando vão para um novo lugar, ficam com essa questão: desta vez, qual dos dois vale a pena?

Aqui vamos te dar algumas dicas para entender melhor essas duas opções e descobrir qual se encaixa mais com o seu perfil e com o tipo de viagem que você quer fazer.

Primeiro: qual a diferença entre hotel e hostel?

Os hotéis possuem quartos privativos, sejam individuais ou familiares. Também tem mais serviços disponíveis, como refeições, limpeza diária, lavanderia e frigobar, entre outros.

No hotel você não precisa se preocupar com toalhas, sabonetes, roupas de cama e xampu, que estão normalmente incluídos no pacote de serviços que ele fornece. Por conta de todas essas facilidades e da privacidade, o hotel costuma ser mais caro.

Já o hostel nasceu como uma opção de hospedagem mais barata e com uma proposta de ser coletiva. Por isso, ele não possui toda a privacidade e o serviço dos hotéis, e priorizam os quartos e áreas coletivas, como cozinha, banheiro e espaços de convivência.

Hostel, mais barato que hotel!

A proposta low cost também exclui alguns dos serviços que encarecem o hotel, como portaria 24 horas, serviço de quarto e troca de toalhas ou roupas de cama diariamente.

Muitos hostels oferecem café da manhã e bebidas ou snacks para serem comprados pelos hóspedes, mas normalmente não tem os serviços de refeições.

Hoje, muitos hostels oferecem quartos individuais ou duplos, que continuam sendo mais baratos do que os hotéis.

quarto de hostel
No hostel, geralmente você vai dormir em um quarto compartilhado

Por isso, o que nasceu como uma opção para mochileiros e jovens que buscavam um clima mais descontraído e um preço acessível, passou a atrair também famílias, casais e outros perfis de viajantes. 

Mas como decidir em qual dos dois ficar? O hostel é mais a sua cara, ou vale a pena investir em um hotel? 

Agora sim! Vamos às dicas de escolher entre hotel e hostel

O estilo de viagem que você deseja ou precisa fazer é a primeira coisa a se pensar quando for escolher a sua hospedagem.

1) Qual o objetivo da sua viagem?

Se você está viajando a trabalho ou para participar de um evento, com certeza o hotel é a melhor opção.

Você vai ter mais estrutura, ficar descansado e não precisa se preocupar com comida ou hora do retorno e focar 100% no seu trabalho.

Agora, se você viaja como turista, aí precisa pensar em outros pontos. Vai depender muito do tipo de viajante que você é e de quais programas e atrações você quer curtir.

Se você é do tipo que curte conhecer pessoas (às vezes, do mundo todo), curtir a vida noturna e socializar, talvez o hostel seja o mais adequado.

Consulte valores de hostels no mundo todo!

descansar em um hostel
Tem muitos hostels com atividades e conforto por aí.

Você terá contato com muita gente, até porque os ambientes coletivos favorecem a convivência. Existem ainda os party hostels, que tem uma programação de festas todos os dias e um clima para quem curtir a balada.

Mesmo se o seu foco não é festa, mas ainda quer fazer novas amizades, o hostel também é a melhor opção. Muitos organizam passeios com os hóspedes e outras atividades, ótimas para quem vai viajar sozinho.

Mas se você é o tipo de viajante mais tranquilo, que gosta de bater perna e conhecer os pontos turísticos, talvez o hotel seja uma opção melhor.

Você estará mais descansado em um quarto individual. Alguns hotéis têm parcerias com restaurantes, transfer, cinemas, teatros e museus – e você ainda garante um desconto para todas essas atrações. 

Quem viaja com crianças também pode dar preferência ao hotel. Pela rotatividade de pessoas em um hostel e o uso constante das áreas coletivas, costuma ser mais seguro ficar com as crianças em um quarto individual.

Elas também vão ficar mais descansadas e tranquilas fora dos quartos coletivos. 

2) Qual é o seu orçamento?

Esse é o segundo ponto a se pensar.

Normalmente, os hostels são mais baratos e nasceram justamente como uma opção para quem quer gastar pouco para viajar mais, ou para quem viaja com o orçamento mais apertado.

O caráter coletivo do hostel diminui bastante os preços comparados com os hotéis.

Mesmo os luxury hostels ou boutique hostels, que ficam mais bem localizados e colocam mais serviços à disposição, são mais baratos que hotéis intermediários.

Uma opção que fica no meio do caminho é escolher um hostel com quartos individuais. Ou, ainda, hotéis mais modestos. 

Mas isso também depende diretamente do seu perfil de viajante. Há quem prefira pagar um pouco, mas escolher um lugar que tem mais a ver com a sua personalidade.

3) Onde você deseja ficar? 

Você talvez não tenha parado para pensar nisso, mas a localização é sempre um dos pontos essenciais para você escolher bem a sua hospedagem.

Escolha sempre lugares onde você tem oferta de transporte público, ou que sejam fáceis de pegar um táxi ou carro de aplicativo.

Se você está viajando de carro ou alugou um veículo, precisa pensar no estacionamento e em como chegar mais rápido onde quer ir.

Se você vai para uma grande cidade, o ideal é sempre uma localização central. E aí entra de novo o seu perfil e o seu orçamento.

Há quem prefira um hostel mais simples, mas muito bem localizado, perto do transporte público. E há quem prefira o conforto do hotel, mesmo que ele fique mais afastado. 

Mas a dica é sempre procurar a hospedagem em um lugar mais acessível, independente do tipo.

Está pensando em alugar um carro no seu próximo destino? A gente recomenda! Veja aqui onde você pode garantir o melhor preço.

4) Onde comer. Posso comer no hostel?

Aqui também tem uma diferença fundamental entre hotel e hostel. Na maioria dos hotéis, não há cozinha disponível para o uso dos hóspedes.

A cozinha do hotel funciona até tarde, mas os preços das refeições são, às vezes, mais altos do que restaurantes. Já no hostel, você tem uma cozinha disponível, equipada, e uma geladeira coletiva que pode usar (seguindo as regras de cada um dos estabelecimentos).

Mas não pode esquecer de comprar os seus próprios ingredientes.

hostel cozinha
No hostel, você pode encontrar cozinha e área de refeições para sociabilizar!

Em alguns países refeições na rua são bem caras, então o hostel é uma boa opção para quem quer economizar, já que te permite comprar ingredientes nos supermercados, onde tudo é sempre mais em conta.

E quem curte socializar e fazer amigos, ainda tem mais esse momento para curtir e interagir.

Consulte valores de hostels no mundo todo!

6) Qual é a sua personalidade?

Tem gente que é mais tranquila e tem quem preze mais pela privacidade. Além disso, tem gente que não se importa em dividir o banheiro e o quarto, e quem nem imagina dormindo ao lado de um estranho. Tem os mais introvertidos e os extrovertidos.

Têm quem quer descansar e quem, quer curtir a noite.

Por isso, é preciso entender o que você prefere, qual o tipo de viagem que você quer curtir e quais das suas preferências se encaixam no seu orçamento.

Não importa para onde você vai, ou aonde vai se hospedar: você vai precisar de um seguro viagem. Aproveite e já programe o seu!

Além de hostels e hotéis, há ainda outros tipos de hospedagem, como AirBnB, alugueis por temporada, pousadas e bread and breaksfast. Já usou alguma delas?

Se quiser compartilhar conosco, é só contar a sua experiência aqui nos comentários.

Veja também: Hotel perto do Aeroporto de Congonhas



Robba Caravieri
Aos 40 anos deixei meu país, o Brasil, para descobrir o mundo. Escolhi Barcelona para ser minha casa por enquanto, mas sou De Lugar Nenhum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue

Posts Relacionados


Fique por dentro

Inscreva-se na nossa newsletter e receba sempre em seu e-mail todas as novidades, promoções e dicas.
Basta digitar seu e-mail no campo abaixo e pronto!

© 2022 De Lugar Nenhum. Todos os direitos reservados.