Pessoas andando em Xangai, China, em um dia chuvoso

Sem dúvida que vale muito a pena fazer uma viagem de turismo para a China, afinal, este destino vai proporcionar uma das melhores experiências da sua vida! Fazer turismo na China significa viver um positivo choque de cultura, além de uma grande oportunidade para conhecer templos antigos, ver paisagens impressionantes do Oriente, conhecer maravilhas monumentais e provar uma culinária única e deliciosa!

O fato é que devido à extensão do país, muitas pessoas que planejam uma viagem acabam visitando as cidades mais famosas da China. No entanto, existem outras incríveis cidades (e pouco conhecidas) que podem facilmente entrar no seu roteiro para a China permitindo que você conheça de perto essa milenar cultura. Por isso, não só listamos o roteiro básico na China como também as cidades mais bonitas que você deve visitar nessa viagem! E não se engane, é possível conhecer todas elas já que o sistema de transporte interno chinês é bem funcional. Vamos começar?

Quais são as cidades famosas da China?

Se acaso você perguntar para várias pessoas quais são as cidades da China mais famosas, você vai ouvir algo parecido com a seguinte lista. Ainda que a China seja um país pouco explorado em sua totalidade, certamente algumas cidades são muito conhecidas por todos. São elas:

  • Pequim
  • Xangai
  • Hong Kong
  • Cantão (Guangzhou)
  • Taipei
  • Macau
  • Lhasa

Pequim

Visitar Pequim é conhecer a marcante cultura chinesa. A antiga cidade e capital da China representa muito bem os aspectos desta cultura, isto é, a cultura do chá, pagodes muito bem ornamentados, monumentos incríveis como a Muralha da China e uma gastronomia exótica.

É uma cidade que revela toda a magia chinesa, tanto pelo lado histórico, por exemplo em construções milenares e tradicionais, quanto pelo lado moderno, que é percebido no desenvolvimento da cidade refletida nos arranha-céus como o China Zun. Se acaso você chegar pelo Aeroporto Internacional da Capital de Pequim, após sair do aeroporto você já se depara com a bela Pequim (Beijing, em mandarim).

Já pelo lado social, Pequim é vista como a base do comunismo no mundo. No entanto, pode-se dizer que era das políticas comunistas de Mao Zedong já passou e a política econômica chinesa está cada vez mais próxima do mundo capitalista. Ainda que a maioria da população abandonou os ideais que ele defendia em favor da modernização e desenvolvimento, saiba que Mao Zedong é bastante venerado por lá como o grande líder da China. Reflexo disso é o Mausoléu “meca” de Mao, que fica na Praça Tiananmen.

Torre da Cidade Proibida, Pequim, China.
Torre da Cidade Proibida, Pequim, China.

Xangai

Visitar Xangai é como estar em uma cidade do futuro. A terceira maior metrópole do planeta esbanja muita modernidade e tecnologia, além de ser conhecida por seu porto de contêineres mais movimentado do mundo que envia os produtos “made in China” que conhecemos.

São muitas as possibilidades de passeio em Xangai e o local agrada a todos os tipos de turistas. Por exemplo, os mais apegados a história e cultura podem visitar o Templo de Buda de Jade ou Jardim Yuyuan. Já as crianças se divertem muito visitando os parques chineses da Disney e por fim, os festeiros podem aproveitar a agitada vida noturna. A saber, é o point dos brasileiros e a cidade da China mais visitada por nós.

Devido ao seu tamanho, a melhor forma de conhecer a cidade é por um tour guiado em Xangai. Ainda dá para fazer um passeio pelos observatórios da cidade, se sentir embaixo d’água no Oceanário ou admirar as fofuras dos pandas no zoológico.

A Enorme Xangai, uma das cidades mais importantes da China.
A Enorme Xangai, uma das cidades mais importantes da China.

Hong Kong

A única questão que pode surgir do porquê Hong Kong é uma famosa cidade da China é se Hong Kong é realmente chinesa. De resto, Hong Kong certamente faz parte desse país e soma muito para sua cultura e turismo na China.

Embora mantenha um alto grau de autonomia, podemos dizer que o caráter chinês-ocidental é único por lá. Isso porque foi governada por 100 anos pelos ingleses (o que acabou em 1997), sendo esta influência visível por todos os viajantes (como, por exemplo, todas as placas em inglês). Hong Kong é famosa por seus filmes que popularizam a cultura chinesa e por sua estrela de cinema Jackie Chan.

Sham Shui Po, Hong Kong
Sham Shui Po, Hong Kong

Cantão (Guangzhou)

Se acaso você faz negócios com a China, as chances são altas que você já conhece essa cidade (pelo menos por seu nome). Essa cidade, junto Shenzhen, forma um metroplex de mais de 40 bilhões de habitantes e é conhecida como a maior área de manufatura da China.

E o que o Cantão tem de mais conhecido? Talvez sua exportação mais famosa seja a comida cantonesa e sua língua. Guangzhou passou a ser chamada de Cantão por conta do cantonês (o seu idioma), que é falada em todo o sudeste do chinês e, sobretudo, em Hong Kong.

Ademais, Guangzhou tem uma herança marítima que remonta a mais de 2.000 anos que podemos notar no seu vasto porto (o principal centro de transporte e comércio da China). Foi também um dos pontos de partida da antiga Rota da Seda, isto é, a rota comercial que se estendia por toda a Ásia.

Guangzhou, Província de Guangdong, China
Guangzhou, Província de Guangdong, China

Taipei

Taipei, conhecida também como a capital de Taiwan, é uma cidade chinesa desde 1875. Certamente há muitas dúvidas sobre se Taipei é chinesa ou japonesa. Mas a explicação é simples. Taipei tornou-se uma entidade administrativa do governo chinês em 1875 e, quando Taiwan foi proclamada província da China em 1886. Ou seja, Taiwan é uma parte inseparável da China e isso não é apenas um fato histórico. A dúvida vem porque o domínio japonês ocorreu entre 1895 e 1949, quando Taiwan e as ilhas Pengju foram ocupadas à força.

Podemos dizer que Taipei é uma das principais cidades comerciais em expansão do Oriente, explicado tanto pelas muitas reformas econômicas que vem sofrendo e por estar sempre envolvida em atos políticos. É uma capital impressionante, movida pela gastronomial mundialmente reconhecida além de criativas galerias de artes para visitar, templos tradicionais que conhecer e passeios pela natureza. Sem dúvida, é uma cidade que vale a pena visitar em uma viagem na China.

Universidade Normal de Taiwan (NTNU), Taipei
Universidade Normal de Taiwan (NTNU), Taipei

Macau

Macau é uma pequena cidade para os padrões chineses, com apenas meio milhão de habitantes. Você vai se surpreender com as raízes ocidentais portuguesas quando visitar Macau, isso porque Portugal colonizou esta cidade até 1999, quando então a entregou a China. É famosa por seus cassinos, vida noturna agitada, a arquitetura portuguesa e influência europeia.

Teatro Dom Pedro V, Macau, China
Teatro Dom Pedro V, Macau, China

Lhasa

Lhasa é a capital de uma “região autônoma” tibetana, com características culturais e políticas bastantes diferentes da grande China. É nesta famosa cidade você pode visitar incríveis pontos turísticos como o Palácio de Potala e o jardim real de Norbulingka, além de conhecer á conhecer a história dos antigos reis tibetanos e Dalai Lamas. Aliás, o Palácio Potala – conhecida também como a “Casa Branca” de Lhasa – foi residência de Dalai Lamas VI a XIV, e agora é um museu e Patrimônio da Humanidade.

Sem dúvida que muitas pessoas conhecem o Tibete (ao menos de nome), mas poucos sabem ao certo o nome de sua capital (Lhasa). Uma visita a esta famosa cidade da China é uma experiência incrível, além de uma oportunidade de conhecer a cultura budista de perto.

Palácio de Potala, Lhasa, China
Palácio de Potala. Palácio do século XVII com centenas de quartos e vários santuários.

Quais cidades visitar na China?

Muito além das famosas cidades da China como Pequim, Xangai e Hong Kong, existe uma China que esconde belos passeios e museus que permitem conhecer melhor a milenar cultura chinesa. Aliás, pouco conhecida por turistas, estas cidades possuem esplêndidos pagodes, monumentos ornamentados e lindas paisagens. Por isso, se você quer saber quais cidades visitar na China, coloque as seguintes na sua lista:

  • Louyang
  • Hangzhou
  • Suzhou
  • Guilin
  • Yangshuo
  • Chengdu

Luoyang

Luoyang é a capital escondida do país. Foi por muitos séculos umas das quatro grandes capitais da China antiga, mas com o tempo foi sendo deixada de lado. Ela não aparece com frequência nos roteiros de viagem, porém, há maravilhas que se podem descobrir como, por exemplo, o Templo de Cavalo Branco ou as Grutas de Longmen. Luoyang é perfeita para descobrir com os próprios olhos a história da China e entender como funciona a religião oficial do país, o budismo.

Luoayang, a capital escondida da China
Luoayang, a capital escondida da China.

Hangzhou

Uma das cidades visitadas por Marco Polo quando este percorreu a Rota da Seda foi Hangzhou. Aliás, você sabia que é uma das primeiras cidades construídas no país? Além disso, ela também é considerada uma das mais belas entre as cidades da China! Em Hangzhou você não só faz o roteiro básico ideal, como os passeios tradicionais pelo Lago do Oeste ou o Templo da Alma Escondida, mas também tem a oportunidade de conhecer as famosas plantações de chá.

Em Hangzhou, fica localizado um dos pagodes mais conhecidos da China, o Pagode Liuhe, também conhecido como Pagode das Seis Harmonias. Sem dúvida, é uma atração imperdível para quem passa pela cidade. Outros pontos turísticos de Hangzhou importantes para o turismo na China são o Museu Hu Qing Yu Tang, o Museu Nacional da Seda, o Museu Nacional do Chá, o Museu Provincial Zhejiang, entre outros.

West Lake é um lago de água doce em Hangzhou, China.
West Lake é um lago de água doce em Hangzhou, China.

Suzhou

Suzhou é conhecida como a “Veneza do Oriente” e ela ganha esse nome por abrigar o Grande Canal, isto é, o maior rio artificial do mundo e o primeiro a ser construído. Aliás, esse canal foi construído em pleno século VII! Apesar do nome advindo da Europa, a cidade possui o seu próprio encanto. Ou seja, ao visitar Suzhou você se sentirá em um lugar especial que está definido por belos jardins, ótima gastronomia e tradicional arquitetura.

Além disso, a Suzhou é recheada de canais, ruas e pontes encantadoras. A saber, a água sempre está por perto nos passeios pela cidade. De fato, é uma viagem no tempo para entender como era uma cidade da China no passado.

Guilin

Fazer uma viagem para Guilin significa se encantar com suas paisagens e seus campos e vida rural tranquilas. De fato, é um contraste com as grandes cidades como Pequim e Xangai. Isto é, uma viagem a Guilin oferece uma bela reflexão sobre a vida agitada da cidade de hoje. É um estilo de viagem relaxante e essencial para você aproveitar a tranquilidade do campo.

Apesar de ter um turismo tranquilo, a cidade tem boa estrutura para receber viajantes de todo o mundo. Guilin fica na província de Guangxi, no sul da China.

Yangshuo

Umas das pequenas cidades da China, essa aldeia representa o que é vida longe das metrópoles. Muito autêntica, Yangshuo possibilita admirar uma arquitetura simples e andar pelas plantações de arroz. Esta pequena cidade chinesa fica próximo ao Rio Li, assim como Guilin. Esta região está rodeada por montanhas e possui paisagens incríveis!

A melhor forma de conhecer Yangshuo é caminhar pela cidade e conhecer seus pontos turísticos. Não deixe de conhecer o Yangshuo Park e o West Street (o centro da cidade).  Outra ideia interessante é fazer um passeio de barco no Rio Li e conhecer o parque Butterfly Spring. Por fim, você verá de perto a montanha Moon Hill. Esta elevação é famosa porque tem, em seu cume, um imenso buraco no meio.

Tem gente que sobe até lá, mas,  se você não quiser se atrever, dá para ver uma linda vista desta montanha, da estrada mesmo. 

yangshuo - cidades da china - de lugar nenhum
Yangshuo, umas das pequenas cidades da China rodeada por montanha.

Chengdu

Já pensou visitar a China e não ver nenhum panda? Impossível, não é mesmo? Por isso, para quem adora esses animais tão fofos (mas altamente agressivos às vezes) tem que fazer uma visita a Chengdu. Aliás, é uma cidade perfeita que mistura fauna, flora e… comida. A comida desta cidade chinesa é outro motivo de uma viagem para lá e forte participação no turismo na China.

Considerada uma das melhores do país, ela apresenta uma culinária quente e picante. Recomendo parar para aproveitar um bom almoço. Alguns dos pratos mais famosos são o Steamed Meat Buns, uma massa de farinha recheada com carnes e outros ingredientes, e o Dan Dan Noodles, um macarrão diferente de tudo que tem no Brasil.

A China e os lugares turísticos!

A China está repleta de lugares turísticos para visitar. Aliás, se você está preocupado(a) com o que ver no país saiba que opções não vão faltar. Os passeios turísticos vão desde caminhadas ao ar livre pela Grande Muralha da China ou pela Montanha Qingcheng, como assistir a uma ópera em Sichuan ou tomar um chá na famosa Casa de Chá Huxinting. Os principais lugares turísticos da China são:

  • Cidade Proibida (Pequim)
  • Palácio de Verão (Pequim)
  • Templo do Céu (Pequim)
  • Grande Muralha da China (Pequim)
  • Bund (Xangai)
  • Torre de Xangai
  • Rua Nanjing (Xangai)
  • Casa de Chá Huxinting (Xangai)
  • Templo de Cavalo Brancho (Luoyang)
  • Grutas de Longmen (Luoyang)
  • Templo Shaolin (Luoyang)
  • Lago do Oeste (Hangzhou)
  • Templo da Alma Escondida (Hangzhou)
  • Pagode das seis harmonias (Hangzhou)
  • Colina do Tigre Branco (Suzhou)
  • Jardins Clássicos de Suzhou
  • Colina da Tromba do Elefante (Guilin)
  • Caverna da Flauta de Cana (Guilin)
  • Centro de preservação de Pandas (Yangshuo)
  • Ópera de Sichuan (Yangshuo)
  • Montanha Qingcheng (Yangshuo)

Cidade Proibida

O nome deixa um certo mistério no ar como se fosse um filme de aventura. Mas, não se assuste. A cidade proibida nada mais é do que a antiga residência dos imperadores. O centro do império, que durou cinco séculos. Ela é composta por mais de 900 prédios, todos no estilo Feng Shui. Visitá-la é uma verdadeira viagem no tempo. 

Ali é possível passear pela Praça Tiananmen, que é linda e apresenta monumentos da época da revolução. Ao lado, também fica o Parque Jing Shan que é o local perfeito para poder registrar a sua viagem através de fotos.

Palácio de Verão

Este é outro lugar que pertencia aos antigos imperadores, é o local onde a família real passava os verões. É uma construção arquitetônica impressionante com muitos detalhes. Ainda mostra uma paisagem fantástica conhecida como “Colina da Longevidade”.

Templo do Céu

Aqui você poderá visitar mais uma realização da dinastia Ming. É uma construção de três andares que se projeta para o alto. Durante anos funcionou como local de acesso restrito, que só a família do imperador podia acessar construído há 500 anos em agradecimento às colheitas. Este templo é tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade.

Grande Muralha da China

Não dá para ir à China sem parar para visitar a Grande Muralha. Afinal, ela é considerada uma das maravilhas do mundo moderno além de ser atração chinesa mais procurada. Para conhecer toda a sua história, é melhor comprar um passeio com guia local.

Devido ao seu tamanho, você tem que escolher qual seção da muralha deseja conhecer. A mais famosa é Badaling, onde dá para chegar até de transporte público. Aproveita e já anota essa atração na sua lista!

viagem para a china - A Grande Muralha da China, certamente um símbolo do país.
A Grande Muralha da China, certamente um símbolo do país.

Bund

O Bund ou Waitan é uma área ribeirinha e um distrito histórico protegido que fica no centro de Xangai. A área gira em torno de uma seção da Zhongshan Road e os pedestres comandam a rua por lá. A saber, é um dos locais mais agitados da cidade. Possui 2 km de extensão ao lado do rio Huangpu. De lá você tem a vista para Pudong, ou seja, a região onde dominam os arranha-céus. É sensacional! Quem visita Bund se sente em uma verdadeira ficção científica. 

Shanghai Tower

Entre os enormes edifícios vistos de Bund está a Shanghai Tower. Ela possui mais de 128 andares, tendo o título de segundo maior arranha-céu do mundo! É uma bela obra de arquitetura que pode ser admirada por fora e por dentro.  O horário de funcionamento é de 8 h 30 m até às 22 h (sem entrada após as 20 h 30 m). O Tempo de visita estimado é de cerca de 30 m – 1 h.

Rua Nanjing

A rua Nanjing é perfeita para quem ama compras. É a rua comercial mais famosa de Xangai, além de ser um dos principais pontos turísticos da China. Nela se concentra um grande conglomerado de lojas e você poderá comprar qualquer coisa que imaginar. Além das lojas, você também pode saborear comidas deliciosas. 

Casa de Chá Huxinting

Os chineses são apaixonados por chá, então, não dá para sair da China sem passar por uma tradicional casa de chá. Aberta desde 1855, esse é o local perfeito para apreciar diversos sabores dessa bebida nacional. Aliás, é a casa de chá mais antiga de Xangai. Aqui você pode ter uma cerimônia tradicional de chá, servidos por garçons usam trajes de época. O ambiente aconchegante com sua arquitetura e decoração vão fazer você se sentir como era a China no passado. De fato, é uma viagem no tempo!

Templo de Cavalo Branco

Este é o primeiro templo budista da China construído em 68 d.C. O berço do budismo chinês é composto por complexo de templos e aqui será possível conhecer um pouco dessa religião incomum no Brasil.

Grutas de Longmen

Também conhecidas como Grutas do Portão do Dragão, as grutas são um patrimônio cultural da humanidade pela UNESCO. Aqui é possível encontrar mais de cem mil estátuas de Budas. É também um local que retrata uma sociedade antiga chinesa. 

Templo Shaolin (Shaoolin Temple) 

A sede do templo de Shaoolin está a uma distância de 1 hora do centro. Neste templo é ensinado aos alunos o tradicional Kung fu, arte milenar muito comum na cultura chinesa. É impressionante ver os movimentos pausados e pensados, mas ao mesmo tempo que são determinados e inspirados no meio natural e dinâmico. Um show de 30 minutos encanta a todos os visitantes e revelam em cada gesto a disciplina e a precisão da técnica Kung fu. Sem dúvida um espetáculo imperdível!

Lago do Oeste

Fica no coração da cidade de Hangzhou e possui uma vista esplêndida para pagodes, templos e colinas verdes. Nesse local você poderá curtir um passeio de barco que mostra cada detalhe da natureza na China. Aliás, se você preferir, pode escolher ir à noite. Neste caso você encontrará um espetáculo cheio de luz e som. 

Templo da Alma Escondida

Outro templo budista muito conhecido na China muito ornamentado e com muitas estátuas e decorações milenares. É mais uma oportunidade de se conectar com as tradições chinesas. O Templo da Alma Escondida abre das 7 h 30 m e você vai precisar de 2 a 3 horas de visita.

Pagode das Seis Harmonias

Para quem não conhece, um pagode é uma torre característica da arquitetura oriental com diversas beiradas. O Pagode das Seis Harmonias se tornou uma tradição para os moradores que apreciavam a espetacular paisagem desde a dinastia Song (960 – 1279). Nem precisa dizer que também atrai milhões de visitantes todos os anos. Ele fica muito perto de West Lake, Leifeng Tower e Song Dynasty Town, então é altamente recomendável visitá-los no caminho.

Colina do Tigre Branco

É o cartão postal da cidade de Suzhou e representa diversas dinastias que já passaram pelo império chines.  Com uma história de mais de 2.500 anos, Tiger Hill desfruta de muitos edifícios históricos lendários e antigos. O pagode inclinado é a parte mais destacada que torna a Tiger Hill uma atração imperdível.

Jardins Clássicos de Suzhou

A cidade de Suzhou conta com 9 jardins de design chineses e todos eles merecem uma visita. Neste tipo de jardim você vai encontrar paisagens naturais em miniatura que são reconhecidos como obras-primas. Datados do século XI ao XIX, os jardins refletem a profunda importância metafísica da beleza natural na cultura chinesa em seu cuidado meticuloso.

Colina da Tromba do Elefante

Uma beleza a ser vista em Guilin a noite é a famosa Colina da Tromba do Elefante. É o cartão postal da cidade. A Colina da Tromba do Elefante é notável pelo tamanho do arco e pela bela localização ao longo do rio Li. Aliás, é uma conveniente excursão ao ar livre. É uma das milhares de colinas cársticas que cobrem a província de Guangxi.

Já dá para se ter uma noção da beleza que será encontrada nessa cidade, não é?

Caverna da Flauta de Cana

A Caverna da Flauta é o passeio ideal para os aventureiros. A visita a esta caverna enorme oferece uma bela vista de luzes coloridas e rochas diferenciadas. É impressionante como tudo ali é obra da própria natureza. Você terá 3 horas para poder explorar o local.

Centro de preservação de Pandas

Para ver de perto esses interessantes e curiosos animais você precisa conhecer Yangshuo. Afinal, é um dos lugares onde os pandas ainda reinam mesmo após estarem em ameaça de extinção. Aqui você irá ver de perto esses animais que são muito bem tratados e ainda observar como é o habitat natural desses ursos.

Ópera de Sichuan

Mas nem só de pandas vive o turismo de Chengdu. Outro ponto turístico de Yangshuo é a ópera de Sichuan. A Ópera de Sichuan se destaca de outras artes cênicas chinesas por causa de sua tradição única de apresentar artistas de “mudança de rosto”. Isto é, performance que magicamente trocam suas máscaras coloridas em segundos. É um espetáculo cultural em que você verá acrobacias surreais, teatro de palito, arte da mudança de rostos, música e danças típicas.

Montanha Qingcheng

Esse é um programa 2 em 1. Para quem adora uma natureza e para aqueles que curtem explorar outras culturas. A montanha é o lar do centro do Taoismo da China. Aqui você irá encontrar templos estonteantes e conhecer outra religião chinesa (o taoismo).

Como o Taoismo é pregado a conexão com a natureza, tudo em volta reflete isso. São 36 picos de montanhas ao seu redor e possui até uma cachoeira. Além disso, se sobrar tempo, dá para visitar o sistema de irrigação de Dujiangyan, construído em 256 a.C.

O que esperar do turismo na China?

O turismo na China é diferente de qualquer outro e único em todas as formas. Visitá-la irá mudar a sua percepção de mundo já que presenteia o visitante com jardins incríveis, paisagens de tirar o fôlego, monumentos impressionantes e rica gastronomia. De fato, é um choque cultural positivo. São muitas as opções de visitas e de cidades que você pode conhecer. 

E então, animou-se para conhecer a China? Aproveite as dicas e faça seu roteiro. E se curtiu as informações compartilhe com  seus amigos e família. Com certeza irão se apaixonar pelas possibilidades que a China oferece. E quem sabe não se unem a você nesta grande viagem para as cidades da China.

Cidades da China é um artigo do De Lugar Nenhum e não pode ser usado sem autorização.

E qual a melhor época do ano para visitar a China?

As melhores épocas do ano para visitar a China é no outono ou na primavera. Nestas épocas as temperaturas são moderadas e o clima é agradável para qualquer tipo de passeio. No entanto, o verão e o inverno também não são más ideias, se você não tiver problemas com as temperaturas escaldantes ou congelantes.

Perguntas Frequentes


Quantos dias para viajar do Brasil para China?

O tempo da viagem do Brasil para a China pode variar dependendo do trajeto e da companhia que você escolher. No entanto, uma viagem do Brasil para China não será menos que 27 h.

Pode entrar na China sem visto?

Não é necessário visto em casos de stopover, isto é, de conexões entre países com a passagem comprada para um terceiro país, sendo a última viagem dias após chegar na China. Nestes casos, é permitido ficar apenas por 6 dias (ou 3 dias) dependendo das cidades.



Robba Caravieri
Aos 40 anos deixei meu país, o Brasil, para descobrir o mundo. Escolhi Barcelona para ser minha casa por enquanto, mas sou De Lugar Nenhum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue

Posts Relacionados


Fique por dentro

Inscreva-se na nossa newsletter e receba sempre em seu e-mail todas as novidades, promoções e dicas.
Basta digitar seu e-mail no campo abaixo e pronto!

© 2022 De Lugar Nenhum. Todos os direitos reservados.