Onde ficar em Malta - Europa - Valleta - De Lugar Nenhum

Está planejando a sua viagem para Malta, e ainda não faz ideia de onde ficar por lá? Então, você chegou ao post certo!

A ilha de Malta, apesar de ser bem pequena, possui diferentes regiões, e cada uma tem as suas próprias características. 

Por isso, na hora de ir para Malta, é essencial ter em mente como é cada região da ilha. Assim, você pode procurar opções de hospedagem onde mais te interessa.

Principalmente se você não tem a intenção de alugar um carro por lá para viajar, escolher a zona de Malta mais apropriada para o seu perfil vai te ajudar a ter uma experiência muito melhor por lá.

Por outro lado, se você estiver de carro, dá para arriscar ficar em zonas diferentes. Pois a sua locomoção ficará muito mais fácil, e você poderá visitar onde quiser.

Por isso, trouxemos esse texto especial para te falar sobre os melhores lugares para ficar em Malta, e as características principais de cada região.

Mas o mais importante é que você tenha em mente que, independente da região que escolher para se aventurar por Malta, é essencial que você separe as suas tardes e noites para desvendar ao máximo essa pequena ilha, que é um grande paraíso no nosso mundo!

Quais são as zonas e onde ficar em Malta?

Bom! Como comentamos acima, Malta possui algumas zonas, capazes de oferecer experiências diferentes aos turistas.

Portanto, para escolher onde ficar em Malta, você precisa conhecer cada uma dessas zonas, e entender como funciona a região.

Valletta

Valletta é a capital de Malta e, por isso, é uma das melhores zonas e a mais procurada por turistas para se hospedar na ilha.

Valletta - Onde ficar em Malta
Uma ruazinha da cidade de Valletta em Malta

A capital possui todo um complexo de infraestrutura para atender aos turistas, um centro histórico que vale a pena conhecer, e acesso facilitado a todas as opções de transportes públicos, o que é muito vantajoso para quem vai a Malta sem carro.

No entanto, é importante ressaltar que os preços para ficar em Valletta são um pouco mais elevados do que os preços das demais regiões. Afinal de ccontas, é a capital e oferece muito mais opções de passeios, restaurantes e experiências aos turistas.

Mas, se o seu orçamento para se hospedar em Malta for alto, sem dúvida, vale muito a pena ficar em Valletta, e se hospedar em alguma das inúmeras opções de hotéis criados dentro de casas e palácios antigos.

Algumas ótimas opções são a Casa lapira, o Palazzo Paolina Boutique Hotel, o Tano’s Boutique Guesthouse ou, então, o West Street Apartments e o Max Kay Studios.

Como você pode notar, existe uma infinidade de opções de hospedagem em Valletta, desde hotéis até studios e apartamentos, para quem prefere contar com uma cozinha, ou pagar um pouco mais em conta.

Três Cidades (Vittoriosa, Cospicua e Senglea)

Outra região muito famosa em Malta, é a área que compreende às três cidades: Vittoriosa, Cospicua e Senglea.

Essa zona de Malta é mais indicada para turistas que querem sossego, se hospedar em uma região mais calma e ter a experiência de visitar restaurantes e cafés locais, que não foram criados para atender exclusivamente ao turismo na região.

Copiscua em Malta

A região das Três Cidades é um pouco mais afastada da cidade de Valletta, o que pode dificultar o turismo se você estiver sem carro. No entanto, a experiência que a região consegue proporcionar é muito mais pura!

Com relação ao preço das hospedagens, a região das Três Cidades é muito mais em conta do que Valletta, e oferece acomodações com ótimo custo benefício.

As nossas recomendações de hotéis e hospedagens em Senglea, Cospicua e Vittoriosa são: Casa Birmula, No.17 Birgu e o Julesy’s e Nelli’s.

Mas é importante ressaltar que a zona das três cidades não possui muitas opções de hotéis mais luxuosos e glamourosos. Por isso, se você está buscando esse tipo de hospedagem, a região não é a mais indicada para o seu perfil de turista.

As acomodações por lá são mais simples e, consequentemente, mais baratas. Aliás, são ótimas opções para grupos muito grandes, e para quem não quer ou não pode gastar muito com hospedagem.

Sliema

A zona de Sliema em Malta, por sua vez, é considerada por muitos, como uma das melhores regiões para se ficar por lá.

Sliema em Malta - Onde fricar - De Lugar Nenhum
Uma das praias tranquilas de Sliema em Malta

A região de Sliema é bem completa e possui uma ótima infraestrutura, com uma marginal super cuidada, muitas opções de acomodações e transporte público para todos os lados. 

O local é mais moderno do que a região das Três Cidades, o que pode não agradar muito a turistas que queiram conhecer a tradicionalidade de Malta.

No entanto, se você estiver de carro, dá para se hospedar em Sliema, e se programar para conhecer as outras regiões nos demais dias da viagem.

Sliema também conta com opções fantásticas de hotéis e hostel, como o Two Pillows Boutique Hostel e o Backstage Boutique Townhouse.

Assim como o magnífico Palazzo Violetta, para quem pode gastar bastante com hospedagem e quer uma experiência de primeira classe em Malta.

Vale ressaltar que a região de Sliema, assim como a de Valletta, é um pouco mais cara, tanto no quesito hospedagem, como nos restaurantes e passeios

Por isso, é ideal para quem consegue desembolsar um pouco mais para passar todos os dias da viagem por lá.

St. Julian’s

St. Julian’s é uma parte de Malta recomendada para quem quer aproveitar ao máximo a energia de Malta.

A cidade é beira-mar e abriga em seu interior, o grau mais elevado de diversão. Portanto, a região é ideal para quem quer ir para Malta e se divertir muito, encontrar milhares de turistas por toda parte, e passar as noites em bares e baladas cheias de gente.

Voltada para atender a juventude em Malta, St. Julian’s, sem dúvida, é um dos melhores points para quem quer uma bela vista no café da manhã, e muita festa no restante do dia.

Por lá, as nossas melhores indicações de hospedagem são o Hotel Valentina, The Stonehouse, Hostel Med e o Inhawi Boutique Hostel.

A cidade é perto de Sliema, por isso, vale a pena separar uma tarde para fazer uma visita. E a grande vantagem da região, é que você pode encontrar os mais diversos tipos de opções de hospedagem e preços.

Rabat

Por fim, é claro que não poderíamos deixar de falar sobre Rabat, uma região localizada perto de Mdina.

A grande vantagem de Rabat é o fácil acesso da região para todo o restante da ilha de Malta. Por isso, é o local ideal para quem está viajando de carro.

Cidadela de Ir-Rabat em Malta

Rabat é muito mais tranquila do que St. Julian’s. Para se ter uma ideia, é muito mais fácil encontrar os moradores na cidade durante a noite trocando conversas na calçada, do que turistas procurando um bom restaurante para jantar.

Assim, o ponto forte de Rabat está na vida local que habita na região, e que te permite conhecer Malta de uma maneira mais tradicional. 

De lá, você ainda pode visitar Mdina, que é uma cidade toda amuralhada, considerada a cidade-museu da ilha de Malta, mas que conta com apenas duas opções de hotel em seu interior.

Ficando em Rabat, você consegue acomodações por um preço bem inferior, e ainda, pode ir para onde quiser!

Em Rabat, nós recomendamos a guesthouse Villa Vittoria, o Point de Vue e o My Travel House, todos ótimas opções de acomodações por preços justos, competitivos e mais baixos do que os valores cobrados nas regiões centrais de Malta.

Qual a melhor região de Malta para se hospedar?

No texto, nós comentamos um pouco sobre cada uma das principais zonas para se hospedar em Malta, e demos dicas de hotéis, hostel e acomodações que valem a pena em cada região.

No entanto, após finalizar a leitura, você ainda pode estar em dúvida sobre qual é a melhor região de Malta para se hospedar. Afinal, cada região tem as suas próprias peculiaridades, e uma é bem diferente da outra, não é mesmo?

A resposta para essa pergunta é: depende de qual tipo de experiência você deseja ter em Malta! 

Afinal de contas, como mencionamos, cada uma das regiões é mais indicada para um perfil diferente de turista. E o bom é que, dessa forma, Malta consegue atender com excelência todas as pessoas!

Por isso, vamos fazer um resumo sobre as regiões que vimos e para quem são mais indicadas. Assim, você pode definir agora qual é mais a sua cara, e que conseguirá te oferecer a experiência que você busca nessa viagem:

Valletta, dicas e onde ficar

Essa é a capital de Malta, considerada uma região privilegiada, pois possui uma ótima infraestrutura para atender aos milhares de turistas todos os dias, tanto em passeios, restaurantes, acomodações e transporte. 

O local oferece hotéis luxuosos para curtir Malta em alta estilo, considerada uma das melhores zonas para se ficar, possuindo um ambiente geral mais moderno, mas que ainda assim, preserva os ares antigos de Malta.

AX The Saint John

Uma ótima opção de onde ficar em Malta, em Valetta mais precisamente é o AX Saint John, que está muito próximo da Catedral de São João e também do Museu Nacional da Guerra, e, ao mesmo tempo, 15 minutos do Aeroporto de Malta

O hotel oferece wi-fi aos hóspedes, TV, roupão nos quartos, itens de higiene e suítes confortáveis. Veja as opções com o café da manhã que é ótimo!

As Três Cidades, dicas e onde ficar

Já na região das Três Cidades, os turistas podem ter uma experiência muito mais tradicional e mais tranquila em Malta. Pois eles podem passar os seus dias convivendo com os habitantes locais, e bem pertinho de Valletta, garantindo muitos passeios. 

No quesito preço, essa é a região com o melhor custo benefício da ilha.

Sliema – Onde ficar

Em Sliema os turistas, encontram uma zona um pouco mais animada, e que também conta com uma infraestrutura incrível, assim como Valletta. 

O ponto alto são as quantidades de restaurantes e muitos turistas passeando o dia inteiro. Além dos eventos que ocorrem frequentemente na cidade e ajudam a animar as noites.

Hospedagem no Palazzo Violetta Boutique

O Pallazzo Violetta tem piscina, terraço e wi-fi em todo o hotel. Os quartos têm varanda e muita comodidade para os hóspedes, com TV, banheiro, e amenidades.

A área externa do Pallazzo Violletta

Um dos pontos fortes é o café da manhã servido diariamente e a proximidade com a Pinola Bay, o Tigne Point e o Aeroporto Internacional de Malta está a 7,5 km de distância.

St. Julian’s

Aqui, temos a zona mais animada na vida noturna de toda a ilha de Malta. Em St. Julian’s, uma cidade beira-mar incrível, os turistas podem encontrar várias festas, baladas, bares, muita música e muita gente bonita.

Os preços na região são bem variados, e conseguem atender a todos os bolsos.

Hotel Valentina, um ótimo lugar onde ficar em Malta

Hotel Valentina – Malta

Ele fica na animada região de Paceville, bem no centro de St. Julians,esse hotel design, tem quartos confortáveis e Wi-Fi gratuito. Todos os quartos têm ar-condicionado, TV, frigobar e banheiro.

Onde ficar em Rabat, em Malta

Para finalizar com excelência, a região de Rabat, localizada do ladinho de Mdina, oferece uma experiência única aos turistas em Malta, de poderem se hospedar próxima a cidade-museu da ilha, e usufruir de um fácil acesso para qualquer outra região. 

O local é super tranquilo e também ganha no quesito preço, que são mais baixos do que os valores das regiões centrais de Malta.

E aí, já sabe para qual região de Malta você vai? Assim que voltar de viagem, não esquece de vir nos contar como foi a sua experiência, e se você tem mais alguma dica sobre onde ficar em Malta!



Robba Caravieri
Aos 40 anos deixei meu país, o Brasil, para descobrir o mundo. Escolhi Barcelona para ser minha casa por enquanto, mas sou De Lugar Nenhum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegue

Posts Relacionados


Fique por dentro

Inscreva-se na nossa newsletter e receba sempre em seu e-mail todas as novidades, promoções e dicas.
Basta digitar seu e-mail no campo abaixo e pronto!

© 2022 De Lugar Nenhum. Todos os direitos reservados.